Câmara de VereadoresPolíticaSanta MariaTragédia

CPI DA KISS. Marcelo Bisogno reitera o que você já leu aqui, ontem: relatório não será votado pelos edis

kiss seloUma reunião da Mesa Diretora, na manhã desta sexta, deve definir os destinos aos encaminhamentos propostos pelo relatório da CPI da Kiss, composta por vereadores da bancada governista. Mas só isso. Pois, segundo o entendimento do Legislativo, como você leu aqui ainda ontem, não haverá votação do documento pelo plenário.

A justificativa foi encontrada no artigo 98 do Regimento Interno do parlamento e foi ratificada hoje pelo presidente da Casa, Marcelo Bisogno – como você acompanha no material produzido pela assessoria de imprensa da Câmara. O texto é de Ana BittencourtClarissa Lovatto Barros. A seguir:

Vereadores da Mesa Diretora se reúnem para analisar encaminhamentos

Em relação à conclusão dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito que apurou fatos e implicações decorrentes da tragédia da boa Kiss, a presidência da Câmara de vereadores reitera a informação de que não há necessidade de votação do relatório final, o qual foi protocolado nesta quarta-feira (03). A Mesa Diretora realiza nesta sexta-feira, às 10h, para deliberar sobre as providências a serem adotadas a partir do relatório da CPI.

O regimento interno da Câmara, em seu artigo 98, prevê que ao término dos trabalhos, a Comissão, além de fazer o relatório circunstanciado, conclui por projeto de resolução ou pedido de arquivamento, e faz os seguintes encaminhamentos: à Mesa Diretora, para as providências de sua alçada, oferecendo, conforme o caso, proposição que será incluída em Ordem do Dia, no prazo de oito (08) dias; ao Ministério Público, com cópia da documentação, para que promova a responsabilidade civil ou criminal por infrações apuradas e adote outras medidas decorrentes de suas funções institucionais; ao Poder Executivo, para…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

4 Comentários

  1. Bisonho DEVE contar quem indicou que ele fingisse uma mau súbito e chamar uma comissão de ética para apurar isto.
    Falta de DECORO parlamentar que o fez….
    .
    .
    .
    .
    se é que fez, se ninguem fez e ele diz que fez… ui ui ui.

  2. Acho que o MP, um jurista, um especialista DEVE analisar se isto que chama de RELATÓRIO relata o que se DEVERIA relatar.
    Não há menção da leitura do documento do Tavores, nem da gravação e a inclusão do documento do prefeito como “respostas” a perguntas inexistente roça o absurdo.
    Nao questionarei a legalidade do documento, mas se houver algo errado, deve ser verificado

  3. Claudemir,

    acho que tu poderias fazer uma análise do que disse esta tarde o Vereador Manoel Badke e principalmente a resposta do Vereador Marcelo em resposta a Manoel Badke.

    O Vereador Marcelo Bisogno informou direto da cadeira da presidência que alguém, parte ou toda a base governista queria que durante a ocupação que ele fingisse um mau súbito ou que ele renunciasse para que João Kaus assumisse e fizesse eleições em 2 dias, sendo que já estaria, segundo ele, que Manoel Badke seria o Presidente.

    Isto sim é quebra do decoro parlamentar. Penso que ou o Vereador Marcelo Bisogno ou o Vereador Manoel Badke faltaram com a verdade com a população de Santa Maria ou queriam que isto ocorre, pois suas versões são contrárias e merece a análise do editor, mesmo que considerado PODRE, por pessoas que julgam os outros por si mesmo.

    É um mar de falta de ética que não acaba mais!

    Acredito que seja de grande valia todos assistirem a TV Câmara para ouvirem as versões de Manoel Badke e Marcelo Bisogno na sessão de hoje.

    Que Nossa Senhora da Medianeira proteja e encoraje a sociedade de Santa Maria para ajudar a limpar a política de Santa Maria.

    Nunca antes na história desta cidade se viu tanta mentira, tanto esquema, tanta armação para defender aquilo que é errado, apenas por cargo, dinheiro, emprego de parentes. E o pior que alguns e algumas ainda têm a cara de pau de se acharem éticos e éticas quando na verdade são farinha do mesmo saco: saco de laranja podre!

    *coincidentemente a cor laranja é a mesma usada em paradas de ônibus, lixeiras, ônibus, etc….Uma pena para a cidade capital dos blindados ( blindagem de carros de exército e político(a)s corrupto(a)s).

  4. Quero deixa bem claro que entenderei, se não publicares o que estou a escrever:Claudemir o material produzido pela CPI dos Vereado(a)res: Rebelato, Tavores e aquela outra que no momento, não lembro o nome, é um monte de m que nós não devemos perder tempo em ler. Só podia dar no que deu. E a mesa diretora da Câmara ao menos procure falar o mínimo possível, sobre este assunto CPI, pois, salvo os vereadores da oposição, terão opiniões tendenciosas.Graças a Deus terminou esta CPI famigerada.Aos familiares das vítimas fica sempre a nossa força. Vamos continuar quem sabe tentamos alguma coisa com a prefeitura de Santa Maria. De lá deve sair coisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo