EstadoEstradas

ESTRADAS. Vai mesmo ficar mais barato trafegar entre Santa Maria e Porto Alegre, via Santa Cruz

A redução do custo se deve, basicamente, aos valores das tarifas de pedágio nas praças da RSC 287, que liga a boca do monte à capital. E até casos de pedágio algum. Confira mais, no material produzido originalmente pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini. O texto é de
Ana Cristina Rosa. A seguir:

 “EGR assume pedágios de Candelária e Venâncio nesta terça

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) assumirá a administração das praças de pedágio de Venâncio Aires e Candelária, na RSC 287, a partir da zero hora desta terça-feira (02). A informação é do presidente da estatal, Luiz Carlos Bertotto. Com isso, a cobrança de pedágio será retomada nessas duas praças, sendo que os valores das tarifas terão redução de 25% a 30%.

A praça de pedágio de Rio Pardo, na BR-471, que também integrava o extinto polo de Santa Cruz do Sul, permanecerá desativada, ou seja, sem cobrança de tarifa, em razão da devolução da rodovia à administração do governo federal, por parte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). “O novo modelo de pedágios do Estado passaa beneficiar diretamente também os motoristas das regiões Centro, Centro-Serra e Vale do Rio Pardo que utilizam preferencialmente a 287 nos deslocamentos à capital do Estado e à região Metropolitana. Acreditamos muito que é o começo de um tempo de preços justos e de serviços melhores nas nossas estradas “, afirmou o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Valdeci Oliveira (PT).

Desde a última quarta-feira (26 de junho), as cancelas estão levantadas nessas três praças de pedágio em decorrência da decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que pôs fim ao contrato de concessão no polo de Santa Cruz do Sul.

Confira abaixo os valores das tarifas que passarão a ser praticados pela EGR a partir de terça-feira (02), nas praças de pedágio de Venâncio Aires e Candelária, que foram retomadas pelo Estado esta semana. 

Categorias e Cobrança

• Veículos de Passeio e Utilitários com 2 eixos R$ 5,20;
• Veículos Comerciais com 2 eixos R$ 6,10;
• Veículos Comerciais com 3 eixos R$ 9,20;
• Veículos Comerciais com 4 eixos R$ 12,30;
• Veículos Comerciais com 5 eixos R$ 15,40;
• Veículos Comerciais com 6 ou mais eixos R$ 18,50;
• Veículos de Passeio e Utilitários com 2 eixos e Reboque com 1 eixo R$ 7,90;
• Veículos de Passeio e Utilitários com 2 eixos e Reboque com 2 eixos R$ 10,50.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo