LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, greve municipária, HC e filantropia, Anita internada, Maneco, crianças índias…

* 60 integrantes do Conselho Universitário da UFSM se reúnem extraordinariamente a partir das 8 e meia da manhã de hoje, no prédio da Administração Central, no Campus.

* Eles vão tratar de pauta única: a adesão da Universidade à empresa pública gestora dos hospitais universitários, que passaria a gerir o HUSM, conforme o contrato em análise.

* A tendência é de aprovação – inclusive porque há escassas, se há, opções, pois poderia haver uma redução dos recursos federais para o Hospital.

* Há, no entanto, forte mobilização das entidades de servidores, inconformadas com a probabilidade. A mais forte vem da Seção Sindical dos Docentes, como pode-se conferir AQUI, em material publicado no sítio da entidade.

* Enquanto isso, no centro da cidade, mais exatamente na Praça Saldanha Marinho, em frente ao Palacete da SUCV, quem se concentra são os servidores municipais.

* Professores e municipários fazem greve de um dia. Eles pretendem pressionar a prefeitura para que amplie a participação patronal no Plano de Saúde. Querem um percentual, em vez de um valor fixo, hoje cerca de R$ 360 mil mensais.

* Acreditam os trabalhadores que essa é a única forma de reduzir a participação dos servidores, não importa se o Plano de Saúde contratado seja privado ou mesmo o IPE.

* Também nesta sexta, mas às 10 da manhã, na sede da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Cacism), há uma mobilização. Na verdade, uma reunião entre representantes da comunidade e autoridades.

* O tema é a eventual perda do certificado de filantropia do Hospital de Caridade e a inevitável, se isso acontecer, perda de leitos e recursos para os usuários do SUS.

* A ideia da Cacism, com a participação também de parlamentares, Prefeitura e outras entidades, é mobilizar para evitar que isso ocorra, dado o prejuízo óbvio para a saúde dos santa-marienses.

* O tema foi tratado em Brasília nesta quinta, pelo deputado Valdeci Oliveira e três vereadores (Marta Zanella, João Kaus e Luciano Guerra), como você leu AQUI.

* Valdeci também encontrou com a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário. Ela confirmou a visita a Santa Maria provavelmente em novembro, para lancer o Centro de Referência de Direitos Humanos.

LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, greve municipária, HC e filantropia, Anita internada, Maneco, crianças índias… - luneta-valdeci-maria-do-rosário

Valdeci e Guerra com a ministra: ela virá à cidade. Kiss é o motivo (foto Tiago Machado)

* Uma das atribuições do CRDH será atender juridical, social e psicologicamente as pessoas que enfrentam traumas decorrentes da tragédia de janeiro.

* Valdeci, que é da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, colocou o órgão à disposição do governo para auxiliar no trabalho de recuperação das famílias. “Esse apoio será necessário por muitos anos dada a extensão da tragédia”, disse a ministra.

* A vereadora Anita Costa Beber está internada no Hospital da Unimed desde a tarde de quarta-feira. O diagnóstico é diverticulite, inflamação do intestino.

* Até este sábado Anita deve fazer uma tomografia para avaliação mais precisa dos médicos, não estando descartada a possibilidade de cirurgia.

LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, greve municipária, HC e filantropia, Anita internada, Maneco, crianças índias… - luneta-câmara-maneco1

Homenagem ao Maneco contou até com a presença da Banda (foto Carolina Bonoto/AI.CV)

* Nesta quinta houve mais uma sessão plenária no legislativo. A principal atividade foi a homenagem prestada ao colégio Manoel Ribas, o Maneco, que festejava 60 anos.

* O espaço do expediente nobre havia sido solicitado pela vereadora Maria de Lourdes Castro, e, em razão do seu falecimento, os vinte e um vereadores aderiram à iniciativa.

* No ato falaram o vreador Manoel Badke, pela Câmara, e, na Tribuna Livre, Tarcisio Ceolin, da Associação Banda Marcial da Escola Estadual Manoel Ribas.

* A banda do Maneco, aliás, foi uma das atrações, apresentando três canções. Ah, e o que mais houve, na sessão plenária desta quinta? Você pode conferir no material produzido pela assessoria de imprensa do Legislativo (AQUI).

* A festa do Dia da Criança, na Escola Indígena Yvyra’ Tenondé Miri (Guarani) foi marcada pelo encontro inédito com famílias e alunos da Escola Augusto Ope da Silva (Kaingang).

* Durante toda a manhã desta quinta, famílias das duas comunidades, equipe diretiva, docentes e estudantes se reuniram para festejar a data na escola guarani. A Irmã Lourdes Dill, uma das apoiadoras das escolas, também participou.

* A diretora das instituições, Ana Cristina de Oliveira, as professoras Geane Cristine Donaduzzi, Mirian Possebon, estudantes e familiares guaranis prepararam programação especial.

* A sala de aula foi toda decorada. Na rua, ao redor da escola, os pequenos estudantes se divertiram com a tradicional corrida do saco, gincana, pescaria, cabo de guerra, jogo da argola, futebol, pula-corda, cama elástica e escorregador.

* Foi servido cachorro-quente, suco, distribuídas balas, pirulitos, sacolé e brindes para as crianças. O lanche foi preparado na cozinha da escola, que segundo a diretora, foi uma grande conquista deste ano.

LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, greve municipária, HC e filantropia, Anita internada, Maneco, crianças índias… - luneta-índios

Crianças guaranis e kaingangs se divertiram, numa manhã especial (foto Ariéli Ziegler)

 



2 comentários

  1. flavio

    que fique bem claro,que o centro de referencias de direitos humanos em Santa Maria, foi uma promessa feita pela ministra Maria do Rosário, ao Movimento santa maria do Luto a Luta e a AVTSM. EM UMA REUNIÃO QUE TIVEMOS COM A Ministra em Porto Alegre na presença de mais de 50 pais de vítimas da boate KISS, PORTANTO ESTE MÉRITO É TODO NOSSO (DOS FAMILIARES)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *