Santa MariaTragédia

OLHAR DE FORA. O jornalista e a “matança da Kiss”

kiss seloO tema central, com certeza, é a cidadania. Mas os exemplos usados foram vários. E o pretexto, pode-se perceber, foi a questão da obrigatoriedade dos freios ABS e dos airbegues em todos os automóveis saídos das fábricas a partir do próximo ano.

Tudo isso foi tratado pelo veterano e respeitado jornalista Flávio Tavares, no artigo publicado na edição de domingo do jornal Zero Hora. Vale a pena conferir todo o texto, claro, mas este editor destaca o trecho que trata justamente da tragédia de 27 de janeiro – que matou 242 jovens e feriu pelo menos outros 600. Acompanhe:

Ano novo com ABS

…Na matança da boate Kiss, em Santa Maria, quando tentaram pisar no freio, não havia freio. Os responsáveis por não haver trava alguma ao absurdo e à permissividade seguem impunes e o crime não tem autores nem responsáveis. Cada qual transfere a responsabilidade a outro, e esse outro a outro, e de novo outro a outro, num interminável jogo de espelhos, em que tudo é miragem e nada é real.

Tudo é, tão-só, um espelho de outro espelho… E o resultado desse jogo será, sempre, mentira ou engodo, ampliando a tragédia: os criminosos à solta, em casa. Ou na prefeitura, mandando nos santa-marienses, como se as vítimas fossem as culpadas por não saberem que aquilo era o que era, e que o beijo em fogo da Kiss asfixiava. E que 242 pessoas foram mortas assim!…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. Veterano com certeza. Respeitado, sim, deve haver alguém que o respeite.
    A descrição do freio ABS está equivocada, mas jornalistas não gostam de leis, muito menos as da física. Foi colocada lá para dar credibiliade ao resto.
    Para a frenagem ser ótima, as rodas têm que girar. Se o carro se desloca 1m, por exemplo, as rodas devem girar o equivalente a um deslocamento de 80 cm. Se não girarem, a frenagem é menos eficiente. O freio ABS monitora (entre outras coisas) o estado das rodas e, se não estiverem girando, alivia a pressão nos freios. Os mais modernos controlam a aceleração, diminuindo a mesma na arrancada se as rodas patinarem.
    No mais, crime é o que a lei diz que é. Quem julga é o judiciário e não a mídia. E até a RBS serve quando a notícia/opinião agrada. Gostem ou não.

  2. Não é só ele. Tem vários que sabem a verdade real. Flávio Tavares foi apenas mais CLARO em seu Artigo Dominical!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo