CiênciaUFSM

CIÊNCIA. Em Panambi, há geração de energia eólica fruto de pesquisa feita na UFSM, com parceria privada

Gerador eólico de Panambi é considerado de pequeno porte: sua potência é de 20 quilowatts
Gerador eólico de Panambi é considerado de pequeno porte: sua potência é de 20 quilowatts

A cada semana este sítio tem apresentado, por conta de produção da Coordenadoria de Comunicação Social da UFSM, exemplos de pesquisa feita na instituição e que, em algum lugar, se transformam em benefício para a sociedade. Normalmente, são alternativas ao que já existe e é mais caro ou simplesmente deixado de lado.

Veja, por exemplo, o que é feito pelo Grupo Gepoc, no Centro de Tecnologia da UFSM, e que acabou se transformando em sucesso na cidade de Panambi. Lamentavelmente, o texto e a foto não são creditados pela CCS/UFSM, mas valem a pena ser conferidos, a seguir:

 “Um sopro de energia em Panambi

A energia eólica, produzida a partir da força dos ventos, é abundante, renovável e limpa. Esta energia é gerada através de aerogeradores, nos quais a força do vento é captada por hélices ligadas a uma turbina que aciona um gerador elétrico. A quantidade de energia transferida é em função da densidade do ar, da área coberta pela rotação das pás (hélices) e da velocidade do vento.

Sua exploração comercial teve início na década de 70, quando ocorreu a crise do petróleo e os países europeus começaram a investir em outras formas de energia. De lá pra cá, tem-se observado uma crescente inserção da geração eólica nas matrizes energéticas e o Brasil acompanha essa tendência. Apesar disso, a carência de recursos humanos ainda é grande para atender a demanda dessa indústria.

O Grupo Gepoc – CT da UFSM, junto ao Programa de Pós-Graduação em  Engenharia Elétrica (PPGEE), realiza pesquisas sobre aerogeradores há mais de 10 anos, formando mestres e doutores cujos temas tratam de conversores estáticos e seus controladores aplicados a aerogeradores. A partir do contato com essa tecnologia, esses alunos, atuam em empresas dessa tecnologia no Brasil e no exterior.

Vários projetos foram realizados nestes 10 anos em parceria com outras instituições e empresas. Junto ao Colégio Evangélico de Panambi (CEP) foi desenvolvida uma turbina eólica DR14 que se encontra em Panambi. Essa turbina eólica está atualmente sendo reprojetada em um projeto financiado pelo Centro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), contando ainda com a parceria da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), sob a coordenação do professor Humberto Pinheiro, PhD. Esse aerogerador está conectado na rede elétrica do Colégio, porém sua utilização está mais direcionada para pesquisas e para o desenvolvimento futuro de aerogeradores de alta potência

Também nesse projeto em andamento, será instalado um laboratório para determinação da característica de saída de turbinas de pequeno porte…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo