Câmara de VereadoresSanta MariaTragédia

NÃO CUSTA LEMBRAR. Ocupação que não tinha data para acabar. E rejeitava proposta antes até de ouvi-la

Confira a seguir trecho da nota publicada na tarde de 30 de junho de 2013, domingo:

EXTRA, EXTRA. Manifestantes rejeitam a proposta (ainda não feita) e se mantêm na ocupação da Câmara
O agora autodenominado “Movimento por Justiça”, que reúne todos os grupos que participam da ocupação da Câmara de Vereadores, acabam de divulgar nota, após avaliação feita durante a manhã. Acompanhe o documento, na íntegra, quando falta hora e meia para se completarem exatos cinco dias de presença no prédio do parlamento municipal:

Nota Pública

O Movimento por Justiça, que desde o dia 25 de junho ocupa a Câmara de Vereadores, após avaliação na manhã de domingo (30), vem a público se manifestar em relação aos últimos acontecimentos divulgados pela imprensa. Em relação à proposta da base governista do Legislativo Municipal divulgada no site do jornalista Claudemir Pereira (45 dias para a exoneração do Procurador-Jurídico da CMVSM, Robson Zinn, mediante a renúncia do vereador Marcelo Bisogno da Presidência da Câmara), consideramos se tratar de mais uma manobra espúria desse grupo de vereadores. Tal engodo trata-se do mesmo tipo de procedimento que resultou na instalação da CPI governista, protegendo em primeiro lugar os interesses da situação e desrespeitando as demandas legítimas da sociedade…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, o editor não tem condições de afirmar se a recusa se deu por conta da publicação aqui, do que seria sugerido. Mas tem certeza de uma coisa: ninguém acreditou que ela, a tal proposta, pudesse mesmo seguir adiante – embora discutida pelos governistas.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo