EstadoSanta Maria

CHUVARADA. As ações feitas e o que vêm por aí. Já há 89 comunas afetadas. 34 decretaram emergência

Na reunião, governo comunicou as ações feitas até aqui e o que pretende nos próximos dias
Na reunião, governo comunicou as ações feitas até aqui e o que pretende nos próximos dias

A previsão de tempo indica chuvas já nesta madrugada e ao longo do dia em todo o Rio Grande do Sul, inclusive Santa Maria. É nesse cenário, após dois dias de “folga” da intempérie, que as autoridades precisam se preparar. Inclusive para nada acontecer, se for o caso, mas, especialmente, para atender às comunidades já atingidas pela chuvarada do final de semana.

São 89 comunas afetadas, segundo levantamento do Governo do Estado. Delas, até o momento em que este texto é redigido, 34 já haviam decretado situação de emergência. Para discutir tudo isso, houve uma reunião nesta quarta, em Porto Alegrel, com a participação de prefeitos e gestores municipais. A propósito, acompanhe material produzido pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini. A reportagem é de Lisandro Paim e Euclides Bitelo, com foto de Claudio Fachel. A seguir:

Estado ouve prefeitos para formulação conjunta de medidas de apoio a municípios atingidos pelas enchentes

Prefeitos e representantes de 89 municípios atingidos pelas enchentes participaram da reunião promovida pelo Governo do Estado, na manhã desta quarta-feira (2), no auditório do Centro Administrativo, em Porto Alegre, com a presença de secretários estaduais que compõem a Sala de Situação do Governo, instituída pelo governador Tarso Genro.

Conduzida pelo secretário estadual do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas, Jorge Branco, pelo secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Oscar Luiz Moiano, e pela secretária da Assessoria Superior do Governador, Mari Perusso, esta foi a segunda reunião de trabalho com prefeituras dos municípios atingidos pelas enchentes, após o primeiro encontro no sábado (28), em Frederico Westphalen.

“Estamos agindo de forma rápida no sentido de preservar vidas, e a partir de agora queremos trabalhar na recuperação dos municípios, aproveitando as informações sobre a situação de cada um, que recebemos dos prefeitos para formular um conjunto de medidas de apoio”, afirmou o secretário do Gabinete dos Prefeitos, Jorge Branco.

Conforme o coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Moiano, são 88 municípios atingidos pelas enchentes, sendo 34 com decretação de situação de emergência, dois com decreto de calamidade pública e um total de 10 mil pessoas desalojadas. “A Defesa Civil do Estado continua com ações nos municípios. O Estado está repassando para as cidades que já decretaram situação de emergência R$ 700 mil em materiais de assistência humanitária”, ressaltou Moiano…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo