EstadoEstradas

ESTADO. Ainda há 7,8 mil gaúchos fora de casa, por conta da chuvarada. Estradas, aos poucos, melhoram

Decretação de emergência em 13 RSs, na semana passada, garantiu recursos para obras
Decretação de emergência em 13 RSs, na semana passada, garantiu recursos para obras

Atenção: entre as estradas estaduais que já foram desobstruídas e colocadas em pleno funcionamento, várias delas nesta segunda-feira, não está a VRS-804, entre Santa Maria e Silveira Martins. Ali, o trânsito segue em meia pista no Km 10, devido ao desmonoramento no aterro.

A solução deve vir, segundo o Palácio Piratini ainda nesta semana, com os trabalhos de recuperação da pista, através da colocação de aproximadamente 250 metros quadrados de pedra.

Mas, se nas rodovias mantidas pelo Governo do Estado a situação está MELHORANDO, ainda há 7,8 mil gaúchos fora de casa, por conta da chuvarada de duas semanas atrás. É verdade, porém, que o número começa a se reduzir e está concentrado, basicamente, na fronteira oeste, como você pode conferir no material produzido pela assessoria de imprensa do Piratini. O texto é de Euclides Bitelo, com foto de Alina Souza. A seguir:

Número de desabrigados cai pela metade e municípios atingidos pelas chuvas já pensam na reconstrução dos danos

Após uma semana de sol, muita solidariedade dos gaúchos e diversas ações por parte do Governo do Estado e dos municípios atingidos, o número de pessoas retornando para suas casas é cada vez maior a cada dia, conforme relatório divulgado pela Defesa Civil estadual nesta segunda-feira (14). O número de desabrigados e desalojados no Estado, que ficou próximo de 22 mil entre a última semana de junho e a primeira de julho, hoje é de 7.881. Destes, 711 seguem desabrigados e outros 7.170 desalojados (em casas de parentes e amigos) nos 135 municípios com situação de emergência já homologados pelo governo estadual. Outras duas cidades, Iraí e Barra do Guarita, estão com situação de calamidade pública decretadas. No total, 163 municípios relataram problemas por conta da instabilidade climática.

Atingidos
A Fronteira Oeste é a região que apresenta situação mais preocupante. As cidades com o maior número de pessoas fora de casa são Itaqui, Uruguaiana e São Borja. O sol desta semana sem chuvas dá um alento às famílias. De acordo com o meteorologista da Defesa Civil, Flávio Varone, os dias devem seguir iluminados até o final de semana.

Recursos
O Governo do Estado liberou, na quinta-feira (10), R$ 5,3 milhões para a área da saúde aos municípios atingidos. O valor é referente ao pagamento da parcela da Política de Incentivo Estadual à Qualificação da Atenção Básica à Saúde (Pies). Também na quinta, o Governo Federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) as Portarias nº 177 e nº 178, de 08/07/2014, com o reconhecimento sumário da situação de emergência em 124 municípios e de dois em calamidade pública…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo