HistóriaMemóriaPartidosPolítica

MEMÓRIA. Morre Plínio de Arruda Sampaio, bravo militante contra a ditadura e ex-candidato ao Planalto

Plínio, numa foto histórica, no início dos anos 2000, ainda no PT, entre Lula e Suplicy
Plínio, numa foto histórica, no início dos anos 2000, ainda no PT, entre Lula e Suplicy

Os democratas brasileiros têm motivos de sobra para estar de luto. Morreu agora à tarde, em São Paulo, o ex-deputado federal Plínio de Arruda Sampaio. Um bravo militante contra a ditadura, fundador do PT e desde 2005 filiado ao PSOL, partido pelo qual concorreu à Presidência da República em 2010.

Mais informações sobre o desaparecimento de Arruda Sampaio você tem no material produzido e publicado originalmente no portal Terra. A seguir:

Morre ex-deputado Plínio de Arruda Sampaio aos 83 anos

Plínio de Arruda Sampaio, ex-deputado federal e candidato à Presidência pelo Psol em 2010, morreu nesta terça-feira, em São Paulo, aos 83 anos de idade. Plínio, conhecido também por fundar do Correio da Cidadania, estava internado havia mais de um mês no Hospital Sírio-Libanês, para tratamento de um câncer ósseo.

Em nota oficial, o Psol lamentou o passar de um de seus principais nomes. “O Psol e o país perderam um grande protagonista da história recente e da luta pela justiça social e pela democracia no Brasil.”

Graduado em Direito e promotor público, Plínio iniciou sua carreira política como deputado nos anos 1960, quando foi relator do projeto de reforma agrária de João Goulart. Teve seu mandato cassado em 9 de abril de 1964, às vésepras do golpe militar. Retornou ao país na década de 70 e participou da fundação do PT, do qual saiu em 2005. No mesmo ano, filiou-se ao Psol, pelo qual concorreu ao governo de São Paulo, em 2006, e à Presidência da República, em 2010…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo