Câmara de VereadoresSanta MariaTragédia

NÃO CUSTA LEMBRAR. O que Schirmer diria à CPI

Confira a seguir trecho da nota publicada na noite de 1º de julho de 2013, segunda:

CPI DA KISS. Prefeito envia síntese do depoimento que concederia. Claro que, nele, faltam as perguntas

O prefeito Cezar Schirmer está tornando público a síntese do depoimento que pretendia conceder à CPI da Kiss, na última quarta-feira, se a audiência para a qual fora convidado acontecesse. Se trata, obviamente, de documento importante, na medida em que coloca as posições do comandante do Executivo.

Há, porém, uma questão relevante. Como o depoimento não foi colhido pela Comissão, não se sabe quais as perguntas que seriam feitas, por exemplo, pela oposição (nada a temer em relação ao edis da CPI, de resto todos governistas) e, menos ainda, as respostas que daria. E também é evidente que, se for colocado no relatório final, nele faltará o contraponto.

Em relação ao depoimento não dado, e também o link para seu conteúdo integral, que, de resto é jornalisticamente muito importante, acompanhe…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, sejam quais fossem as perguntas a ser eventualmente feitas, o fato é que a CPI daria em nada. Como deu, aliás.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo