CIDADANIA. Na Santa Marta, uma emissora de rádio escolar. E seu 1º programa: “Tchê Aprochega Vivente”

CIDADANIA. Na Santa Marta, uma emissora de rádio escolar. E seu 1º programa: “Tchê Aprochega Vivente” - radio-escola-tche

Olha só a equipe do “Tchê aprochega vivente”, programa piloto da Rádioescola da…

O projeto Rádioescola é uma grande sacada. Está se proliferando pelos estabelecimentos da rede estadual e, na opinião do editor, trata-se, ao mesmo tempo, de grande instrumento de cidadania, ao mesmo tempo em que leva informações sobre o que é o rádio e sua importância.

Para não ficar só no trololó, confira o que aconteceu, por exemplo, lá na escolar Santa Marta. O texto e as fotos são de Vivian Jorge, da assessoria de comunicação da 8ª Coordenadoria Regional de Educação. A seguir:

Radioescola: Alunos da Escola Santa Marta produzem programa piloto

A 8ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) esteve presente na última sexta-feira (19) na Escola E.E.M Santa Marta para conferir o programa piloto realizado pelos alunos da turma 201 inseridos no projeto Educomunicação: Radioescola.  A rádio escolar que deverá ser inaugurada em breve está com o nome e a logomarca em definição. Segundo a professora responsável pelo projeto na instituição de ensino, Vanessa Freire, os estudantes estão empolgados com o novo desafio e queriam produzir um programa antes da inauguração oficial, desta forma, aproveitaram a Semana Farroupilha para montar um roteiro e apresentar a comunidade escolar.

“Tchê Aprochega Vivente” foi o nome dado à primeira inserção radiofônica dos estudantes na escola. Cerca de 10 alunos trabalharam e produziram entrevistas, textos e vinhetas para ocasião. “Nosso objetivo é que todos os alunos tenham oportunidade de interagir com a rádio escolar de modo itinerante, desde as crianças do 6º ano, jovens do 3º médio e EJA noturno. Teremos um grupo de monitores e multiplicadores que ensinarão os próximos. Todas as turmas deverão criar um roteiro e cuidarão da rádio nos intervalos toda semana, de forma itinerante. Se o projeto é pedagógico e tem o auxílio da comunicação, todos deverão participar”, relata a coordenadora pedagógica, Sônia Aita.

Outra questão que vêm sendo executada pelos alunos é a construção do local físico da radioescola. Onde, os estudantes do noturno que trabalham com construção civil estão auxiliando nas reformas e construção do espaço para inauguração, o mais breve possível. Além disso, construções de móveis com Pallets para reforçar o projeto e beneficiar o ambiente de trabalho dos alunos também são realizadas com o auxílio do professor Juliano Bastos, através do programa PBID de História da Universidade Federal de Santa Maria.

A instituição de ensino atualmente possui 500 alunos no ensino Fundamental, Médio e EJA. Já, a rádio escolar da Santa Marta integrou o projeto de Educomunicação este ano.. O mesmo tem por objetivo inserir as ações midiáticas como auxílio pedagógico nas dinâmicas e planos escolares.” 

CIDADANIA. Na Santa Marta, uma emissora de rádio escolar. E seu 1º programa: “Tchê Aprochega Vivente” - radio-escola

…escola da Santa Marta, num local mínimo mas que logo terá o seu espaço definitivo



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *