Eleições 2014PesquisaPolítica

CNT/DMA: Dilma abre 8,6% de Marina no 1º turno – e 1% no 2º, diz pesquisa. Aécio permanece ainda longe

Os fatos a destacar são vários, e cada um pode ter os seus. Aí vão alguns: Dilma perdeu 2,1% em relação ao último levantamento, mas dentro da margem de erro. Marina caiu três vezes mais: 6,1%. E Aécio cresceu 2,9% – mas ainda fica muito distante da segunda colocada que, pela primeira vez nos últimos 45 dias, ficou atrás na simulação de segundo turno. Ainda que em empate técnico, Dilma ficaria 1% além de Marina.

Tudo isso e mais um pouco você pode conferir no material publicado agora há pouco pelo portal 247, com os dados da pesquisa feita pelo DMA, sob encomenda da Confederação Nacional de Transporte e divulgada esta manhã em Brasília. Confira:

pesquisaCNT/MDA: Marina derrete. Dilma e Aécio avançam

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 8,6 pontos de vantagem sobre Marina Silva no primeiro turno das eleições, revela pesquisa do instituto MDA. A candidata à reeleição pelo PT tem 36% das intenções de voto, contra 27,4% da adversária do PSB. O candidato do PSDB, Aécio Neves, manteve a linha de crescimento, subindo mais 2,9 pontos, com 17,6% das intenções de voto.

A mostra foi divulgada na manhã desta terça-feira 23 em Brasília pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Em uma das simulações de segundo turno, Dilma teria 42% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Marina, que teria 41%. Entre Dilma e Aécio, a candidata do PT seria reeleita com 45,5%, e Aécio registaria 36,5%, segundo a pesquisa.

No último levantamento CNT/MDA, divulgado há duas semanas, Dilma tinha 38,1% das intenções de voto (queda de 2,1 pontos), contra 33,5% de Marina (queda de 6,1 pontos) e 14,7% de Aécio Neves (que cresceu 2,9 pontos). Na simulação de segundo turno, Dilma e Marina estavam tecnicamente empatadas, mas com Marina quase três pontos à frente: 45,5% contra 42,7%.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira foi realizada entre os dias 20 e 21, com 2.002 entrevistados.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL,CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

4 Comentários

  1. falar, falar e não dizer nada. Esse privilégio não é da candidata Marina. A turma da "executiva-gerentona" é especialista qdo o assunto é desconversar. Mas a melhor democracia é a alternância no poder.E essa turma que aí está já se locupletou aos montes.Chega de roubalheira. Ah , já sei :perseguição da direita marronzista,elites que perderam privilégios, imprensa coxinha, blá, blá, blá , buáááá

  2. O anônimo aí incorporou o modo Marina de falar. Fala, fala e não diz nada.
    Primeiro, quando eu estou indignado, procuro agir. Neste caso, me informando sobre o que os candidatos pregam e como agem. Para o anônimo achar que são mentiras as ordens que o Malafaia dá prá candidata Marina, é por que ele não lê o noticiário. Ou pior, lê mas não assimila.

  3. Bueno, para começar nem todos têm como objetivo "consertar o mundo". Indignação é, na maioria dos casos, inútil porque não é acompanhada de ação.
    E terceiro, tem gente que quer ser eleita não pelo que propõe mas pelas mentiras que conta a respeito do que os outros estão propondo. Cavam uma futura crise política e não sabem.

  4. Não sei se eu sou meio louco, ou coisa assim…
    Mas, fico pensando, o fundamentalismo religioso, as matanças pelo mundo afora em nome de defesas fanáticas de certas religiões, sempre tiveram a indignação e reprovação de boa parte dos Brasileiros. Mas, ao ver um pastor fanático e doido interferindo e dizendo o que é certo ou errado no dito "Plano de Governo" da candidata Marina, eu me pergunto: Cadê a nossa indignação com a intolerância religiosa? Ou quem diz que vai votar em Marina não se interessa por quais interesses estão por trás de sua candidatura?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo