Câmara de VereadoresPartidosPolítica

CÂMARA. Com apoios heterogêneos, vitória do “dino” Cechin prova que eleição da Mesa não é para amador

Nova Mesa Diretora: definitivamente, uma eleição que passa longe do amadorismo
Nova Mesa Diretora: definitivamente, uma eleição que passa longe do amadorismo

Dizer que a eleição para presidir a Câmara de Vereadores outra vez caiu no colo de Sérgio Cechin, do PP, seria uma simplificação injusta para o mais veterano de todos os edis com acento no parlamento da comuna. Afinal, dos que lá estão, raros sabem tanto do que respiram (e até suspiram) os corredores do Palacete da Vale Machado.

Dito isto, o fato é que o choramingo de uns e outros na tribuna (como você pode conferir no material produzido pela assessoria de imprensa da Câmara, em linque mais abaixo), apenas demonstrou que, muito mais do que em outras ocasiões, a eleição da Mesa não é coisa para amadores.

Afinal, descontentes com as queixas de parte do grupo dissidente do ano passado, as maiores siglas de oposição (PT e PSDB), em conjunto com o PPL de Werner Rempel, costuraram um acordo que inicialmente previa a conquista do PMDB (ou parte dele), que, com suas razões, declinou. Aí, o PP entrou no jogo, em condições ainda impossíveis de aquilatar, e conquistou o prêmio maior, a presidência – sem falar nos cargos de confiança que não tinha.

Muito ainda se falará e escreverá a respeito. No entanto, enquanto isso, o partido, com seu mais antigo “dino”, estará no comando político-administrativo da Casa. Aliás, informação que este sítio antecipou, em primeira mão, horas antes do pleito (AQUI), e que se confirmou lá pelas 4 da tarde desta terça-feira.

Há informações de que os comandantes políticos do PP, José Farret, e do PMDB, Cezar Schirmer, aliados no Palacete da SUCV, não ficaram exatamente contentes com seus liderados. Porém, o feito está feito, como você pode conferir, no material da Câmara, em reportagem de Clarissa Lovatto Barros e Camila Milder (texto) e Ronei da Cruz (foto). A seguir:

Sérgio Cechin eleito presidente da Câmara

Por onze votos a dez, o vereador Sérgio Cechin (PP), líder da chapa 2, foi eleito presidente da Câmara de Vereadores para o exercício de 2015. Cechin exerceu a presidência da Câmara pela primeira vez em 2001. Além do presidente, integram a Mesa Diretora, pelo critério de proporcionalidade, os seguintes vereadores: 1º Vice-Presidente, Coronel Vargas; 2º Vice-Presidente, João Kaus (chapa1); 1º secretário, João Carlos Maciel (chapa 1); 2º secretário, Admar Pozzobom; 1º suplente, Werner Rempel e 2º suplente, Anita Costa Beber (chapa 1).

Para a eleição da Mesa, duas chapas se inscreveram. Na chapa 1, liderada pela vereadora Marta Zanella (PMDB), também participaram os vereadores Drº Ovidio (PTB), João Kaus (PMDB), João Carlos Maciel (PMDB), Marcelo Zappe Bisogno (PDT), Drº Tavores (DEM) e Anita Costa Beber (PR). Na chapa 2, além do vereador Cechin, os vereadores Coronel Vargas (PSDB), Luis Carlos Fort (PT), Luciano Guerra (PT), Admar Pozzobom (PSDB), Werner Rempel (PPL) e Sandra Rebelato (PP).

Logo após ser empossado como presidente da Câmara, o vereador Sérgio Cechin enfatizou que assume, pela segunda vez, o comando da Casa Legislativa com intuito de dar continuidade ao trabalho bem realizado e sempre aprimorar o que for possível. “Nós construímos um acordo administrativo e nessa chapa há partidos de diferentes ideologias. Respeitamos todas e colocamos interesses da comunidade acima de interesses partidários”, enfatizou, reiterando que o acordo se restringe à Câmara de Vereadores e não significa o rompimento com a administração municipal. Conclamou aos vereadores para que se unam a fim de que o grande vencedor seja o Poder Legislativo…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. Claudemir só quem conhece os bastidores sabe o que a mudança significa : nada.
    Tire um tempo e vá na Câmara e veja o "quanto" o procurador indicado pelo Vereador Admar que foi quem mais batalhou por esse acordo trabalha: NADA.
    Ele não cumpre horário de expediente externo, seus pareceres são tudo do Igam que é pago pela câmara (uma vergonha a camara pagar 8mil para um procurador e pagar uma empresa privada tambem todo o mes para pedir parecer).
    Além disso o PSDB acordou que o ex sec geral da Câmara não voltasse para não dizerem nada só balela.
    Lamentável o atraso que o PSDB fez para a Câmara tudo para ficar no poder sem pensar no povo mas 2016 analisaremos quando Jorge vim pedir apoio
    Como disse uma pessoa em um comentário estão lá só para conseguirem emprego para seus afilhados.

  2. Sempre achei que a função da Câmara fosse Legislar e Fiscalizar por e para Santa Maria !!!! Mas dá para ver que o negócio da "tchurma" que lá está é negociar para ajeitar a vida deles e de seus afilhados nos cargos. Continuo afirmando: BANDO DE INÚTEIS !!!!! Pobre cidade !!!!

  3. Quero só vê qual será a explicação de Admar Pozzobom para governar junto da Sandra Rebelato?
    Ele sempre afirmou que se o trio Deili, Tavores e Anita se votassem com a situação colaborariam para a volta dos que não foram da CÂmara…e a gora, o que sempre desejou ser Presidente e nunca conseguiu, Admar apoia o PP?
    Tudo para manter o procurador que se o editor for apurar não deu nenhum parecer em 2014, todos pegou do IGAM.
    VAmos ver em 2016 se Admar não prejudica o irmão Jorge pois para quem sempre foi contra Sandra agora…

  4. Traíram a base aliada do Governo, quero só ver se o Prefeito tem pulso firme e exonera alguns CCs dos nobres Edis.

    Mas conhecendo bem……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo