EstadoPartidosPolítica

DA CASA. Sartori antecipa nomes de três secretários, garante vaga a suplentes e espera por Vieira da Cunha

Dois dos três secretários estavam com Sartori: Biolchi (E) e Búrigo (D). Ambos do PMDB
Dois dos três secretários estavam com Sartori: Biolchi (E) e Búrigo (D). Ambos do PMDB

Dois suplentes de deputado federal acabam de saber que serão titulares. Pelo menos enquanto os donos do cargo se mantiverem (ou forem mantidos) secretários. Explica-se. O primeiro e o segundo suplentes do PMDB, José Fogaça e Mauro Pereira ascenderão à Câmara dos Deputados por conta da escolha anunciada nesta quinta-feira, pelo governador eleito José Ivo Sartori. Giovane Feltes será secretário da Fazenda (que alguns imaginavam pudesse ser o lugar destinado a Cezar Schirmer) e Márcio Biolchi responderá pela Casa Civil.

Além dos dois, Sartori também antecipou o nome do seu Secretário Geral de Governo e que, em tese, será o auxiliar “cobrador”. Função, diz-se, feita sob medida para o escolhido: Carlos Búrigo, que foi prefeito de São José dos Ausentes e atuou nos dois mandatos do próximo governador, quando este era prefeito de Caxias do Sul.

Sartori não explicou exatamente porque resolveu dizer antes o que se anunciava apenas para o dia 15. E mais: abriu caminho para informar os nomes de outros secretários antes da data “fatal”. Um deles seria o pedetista Vieira da Cunha, deputado e ex-candidato derrotado ao Piratini e que depende apenas do partido dele para virar secretário de Educação, uma pasta de ponta em qualquer governo.

Mais que a mera informação sobre o primeiro escalão, o anúncio de Sartori aponta para a grande discussão nos bastidores do pré-governo. E a expectative para saber quem serão os nomes dos outros partidos aliados. Os “da casa”, todos peemedebistas, já são conhecidos. Sobre o que foi dito pelo governador eleito, na entrevista desta quinta, fale conferir o material originalmente publicado pelo G1, o portal de notícias das Organizações Globo. A foto é de Divulgação. Acompanhe

Governador eleito do RS anuncia três primeiros secretários do novo governo

O governador eleito do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), convocou entrevista coletiva nesta quinta-feira (4) em Porto Alegre para anunciar os primeiros nomes que irão compor o secretariado do futuro governo. Márcio Biolchi será o chefe da Casa Civil, Giovani Feltes vai assumir a Secretaria da Fazenda e Carlos Búrigo será nomeado secretário-geral de governo.

“Estou gratificado por assumirem junto conosco essa missão de administrar o Rio Grande do Sul. São pessoas que têm caráter, firmeza e convicção”, afirmou o futuro governador.
Os três são do mesmo partido de Sartori e estão entre os secretários com perfil político. Márcio Biolchi é o atual líder da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa e deputado federal eleito, assim como Giovani Feltes, que se elegeu deputado federal após três mandatos na Assembleia. Ele ficará encarregado de administrar as finanças do estado.

“Nós sabíamos que a situação financeira era difícil, mas não sabíamos a sua profundidade”, avaliou Sartori.

Feltes tem 57 anos e está no terceiro mandato na Assembleia. Ele começou a trajetória política em sua cidade natal Campo Bom, onde foi vereador e prefeito por três mandatos.

Já Carlos Búrigo foi secretário de Finanças e Gestão de Sartori na prefeitura de Caxias do Sul. foi prefeito de São José dos Ausentes, na Serra, e era considerado o “homem forte” do governo de Sartori e de seu sucessor em Caxias, Alceu Barbosa Velho…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Fogaça vai a BSB onde será mais útil, tem mais experiência. Biolchi fica por aqui, tem experiencia na AL. Giovani Feltes que declarou a justiça eleitoral ser empresário e ter ensino médio completo entra naquela idéia de que basta ser um bom gestor e não precisa ser técnico. Não concordo com isto porque tomar decisões sobre um assunto que não se conhece é complicado, o peso da assessoria aumenta. Cargo público não é lugar para se perder tempo com aprendizado do ocupante. Total zero.
    Vieira da Cunha, procurador a esta altura do campeonato, entra na mesma toada. Espera-se modificações nos rumos da pasta. PDT também tem uma ligação antiga com o assunto, vide Brizola, Cristovão Buarque, Darcy Ribeiro. Tomara que não invente moda como Collares, senão vai arrumar confusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo