EducaçãoUFSM

VERDADE. Como o vestibular acaba, é preciso achar um sentido para a Coperves. A UFSM já trata disso

A Comissão Permanente de Vestibular (Coperves), da Universidade Federal de Santa Maria, assim como ela é constituída, vamos combinar, perde o sentido. Afinal, se o concurso deixará de acontecer, com a adoção do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como critério para a entrada na UFSM, via Sistema de Seleção Unificada (SiSU), para que serve esse órgão?

Ele até poderá continuar, mas com outras atribuições e, isso já é definido, outro nome. Quais? E Qual? E quando? Tudo isso está em debate na instituição, como mostra elucidativo material publicado hoje pelo jornal A Razão. A reportagem é de Alessandra Noal (texto) e Deivid Dutra (foto). A seguir:

O nome, com certeza, vai mudar. Isso já é certo. Mas outras atribuições serão criadas
O nome, com certeza, vai mudar. Isso já é certo. Mas outras atribuições serão criadas

Qual será o futuro da Coperves?

Desde que foi noticiado sobre a extinção do concurso Vestibular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), surgiu à seguinte interrogação: “A Comissão Permanente do Vestibular (Coperves) vai acabar?” Isso porque, a partir deste ano, a UFSM adotará o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do governo federal, como forma de ingresso. Este que, já é adotado, desde 2014, pelo campus de Cachoeira do Sul. De acordo com a professora doutora Martha Bohrer Adaime, pró-reitora de Graduação da UFSM, a resposta é não. A Comissão continuará existindo, mas, a princípio, deverá ocorrer uma mudança no nome. Entretanto, a data desta adaptação ainda não definida.

“As atribuições que a Coperves exerce na instituição vão muito além da realização do processo seletivo vestibular e processo seriado. É importante lembrar que ainda teremos PS por mais dois anos, ou seja, 2015 e 2016. A partir de 2015, teremos a realização do Sisu e a Coperves poderá atuar neste processo”, explica. A participação da Comissão deve incluir toda a divulgação do processo e a interação com as escolas e com os candidatos de forma a prepará-los pedagogicamente.

Ela acrescenta que, além do vestibular, projetos são desenvolvidos pela Coperves, tais como: Programa Janela Aberta, Descubra, Orientação Educacional paras as escolas, Portal Pedagógico, entre outros. Todos deverão continuar existindo com a adesão ao Sisu. Além disso, a Coperves realiza concursos públicos, seleção para o Programa Especial de Graduação da UFSM (PEG), aplica Exames de Suficiência e Proficiência em Língua Estrangeira e realiza processos seletivos para outras instituições.

Pelo Sisu, nova forma de ingresso à instituição de ensino, será oferecido o mesmo número de vagas que era ofertado pelo Vestibular. Nesta última edição do concurso, foram 4.666. A pró reitora de graduação salienta que a lista de aprovados é gerada pelo Sisu. “Nas chamadas ordinárias e da lista de espera, a UFSM deverá reproduzir, em seus editais, a lista criada pelo Sisu”, salienta. As confirmações de vaga e matrícula são…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo