Câmara de VereadoresPartidosPolíticaPrefeitura

POLÍTICA. Em meio a fervilhantes bastidores, Câmara levanta recesso para votar dois projetos da Prefeitura

O editor apurou, junto a fontes ligadas ao PDT, inclusive aos ex-petistas, que os contatos com Fabiano Pereira, visando a entrada do ex-deputado e ex-secretário de Estado na sigla fundada pelo falecido Doutor Leonel, são feitos diretamente por parlamentares que conviveram com ex-presidente da CPI do Detran. Fosse no âmbito parlamentar ou, mesmo, no próprio Governo do Estado, na administração de Tarso Genro.

Há expectativa positiva dos pedetistas, embora Fabiano tenha dado sinais, inclusive em entrevista divulgada pelo jornal A Razão, que sua pretenção, “hoje”, é permanecer no PT. Perguntará o leitor: e o que isso tem a ver com a sessão da Câmara de Vereadores, marcada para esta quinta-feira? Talvez nada. Talvez. Mas não é improvável que a questão política venha a ser abordada na tribuna, tanto por petistas quando pelo pedetista Marcelo Bisogno. Este, muito possivelmente, deverá saudar a chegada dos militantes que eram do PT até a última segunda-feira.

Enquanto isso, na reunião propriamente dita, e conforme o Boletim Legislativo 01/2015, os edis irão votar dois projetos (acesse, lá embaixo, a íntegra e a justificativa de ambos) do interesse do Executivo, que pediu o levantamento do recesso exatamente com esse objetivo. Um tem a ver com financiamento a ser obtido junto à Caixa Econômica Federal; outro é sobre a atualização do cálculo actuarial do Fundo de Previdência da Prefeitura, com impacto direto sobre o funcionalismo municipal.

Mas, sobre o levantamento do recess, especificamente, vale conferir o material distribuído pela assessoria de imprensa da Prefeitura. A reportagem é de Vera Jacques, com informações adicionais da assessoria da Câmara e foto do arquivo da AIPM. A seguir:

Na visita ao Palacete da SUCV, semana passada, vereadores já souberam da intenção do prefeito
Na visita ao Palacete da SUCV, semana passada, vereadores já souberam da intenção do prefeito

Câmara acata pedido da prefeitura e levanta recesso, nesta quinta-feira (22), para votação de projetos do Executivo

A Prefeitura de Santa Maria solicitou à Câmara de Vereadores, na tarde desta quarta-feira (21), o levantamento do recesso Legislativo. O presidente Sérgio Cechin acatou o pedido e, com isso, em sessão extraordinária, nesta quinta-feira (22), às 15h, serão apreciados dois projetos de lei da prefeitura. Estará em pauta, o projeto nº 8180 que altera o § 3º do art. 1º da Lei Municipal nº 5939, de 19 de dezembro de 2014, e o projeto nº 8177, que dispõe sobre o Plano e Amortização do Passivo Atuarial Previdenciário do Município de Santa Maria e dá outras providências. De acordo com a Ordem de Serviço 02/15, o horário permanecerá até serem votados os projetos em análise.

O chefe do Executivo explica que o pedido foi feito, pois não seria possível esperar o final do recesso para votar estes projetos de lei. “O primeiro, trata sobre a mudança no prazo de carência do empréstimo, junto à Caixa Econômica Federal, para o asfaltamento de ruas no entorno do Hospital Regional, em especial a Rua Florianópolis. O segundo projeto diz respeito à atualização no cálculo atuarial previdenciário”, expõe Schirmer. “Ambos são essenciais, em função dos prazos, que não podem ultrapassar este mês, daí porque não foi possível esperar”, reforça o prefeito.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

PARA CONFERIR OS PROJETOS (E SUAS JUSTIFICATIVAS) CLIQUE AQUI (8180/2014) E AQUI (8177/2014)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo