ColunaPolítica

BARRACO DA ALEMOA. Frida ZenKalo e a Semana Santa: políticos esperam pelo milagre da ressurreição

Barraco da AlemoaO milagre da páscoa

E nunca uma Semana Santa foi tão aguardada na vida do país. Em Brasília, no Rio Grande do Sul e em Santa Maria, muitos políticos esperam o milagre da ressurreição no domingo.

Dilma

A presidente Dilma Rousseff espera o milagre da multiplicação dos recursos orçamentários e a consequente ressurreição na próxima pesquisa de opinião junto à população. Paralelamente, ela espera conseguir falar a mesma língua do Joaquim Levy. Pois, afinal, canta a presidente: “sem ajuste fiscal, eu nada seria, a, a…”

Sartori

E o governador “gringo mãos de tesoura” aguarda e reza para que quatro anos passam bem depressa.

A fênix na vereança

Em Santa Maria, tem vereador que espera ansiosamente a possibilidade de ressurgir das cinzas no domingo. Mas, com tantos remédios circulando por aí, a morte seria inevitável? E, falando sério, para quem tem tanta proximidade com a Igreja de Cristo, a ressurreição não é algo impossível né?

Feliz Páscoa (sem crucificação)

E antes de viajar para a minha querida Morro Reuter, eu deixo um abraço de Feliz Páscoa. Mas, dispenso a crucificação:

– Tchauuuuuuuuuuuuuuuuuu, genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

 

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo