ColunaPolítica

BARRACO DA ALEMOA. Frida ZenKalo e os 650 mil alevinos de Schirmer. Ah, e a tecnologia dos tucanos

Barraco da AlemoaRecado aos céticos e pessimistas

Esta semana o nosso brioso alcaide deixou seu recado aos céticos e pessimistas. Ao distribuir 650 mil alevinos, prefeito Schirmer destacou os frutos colhidos ao longo de seis anos e meio de gestão. Adorei! Afinal, se não vieram fábricas, empresas, ao menos temos alevinos, não é verdade?

Perguntar não ofende

Quando se observa que tem projeto de lei de uma vereadora que propõe incluir a Semana do Exército e o Dia do Exército no calendário oficial do município, muitas pessoas se perguntam: um vereador é eleito pelo voto popular, recebe um subsídio financeiro que não é pouco, para resumir o trabalho a moções e projetos com impacto duvidoso para a grande maioria da sociedade? Não haveria coisas mais, digamos assim, de primeira grandeza, a serem pensadas para projetos do Legislativo?

Serão os tucanos inventores?

E os tucanos hein? Depois de pedirem, estimularem, a realização de um panelaço no país enquanto corria o programa de TV do PT, agora é preciso saber também se, por acaso, também seriam os inventores dessa nova engenhoca tecnológica em celular? (Ver foto abaixo).

barraco da alemoa foto

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo