EstadoSegurançaTrabalho

ESTADO. Policiais civis decidem não trabalhar fora do horário estipulado, enquanto salário estiver parcelado

A decisão dos representantes dos policias civis, nesta quarta, foi tomada por unanimidade
A decisão dos representantes dos policias civis, nesta quarta, foi tomada por unanimidade

Depois dos professores, que fizeram um dia de greve e anunciam assembleia em que poderá ser decretada greve por tempo indeterminado, outra categoria do funcionalismo estadual se manifesta e anuncia ações em protesto ao parcelamento dos salários. São os policiais civis, como você pode conferir no material originalmente publicado no sítio da Rádio Gaúcha. O texto é de Lucas Abati. A foto é de Divulgação (Ugeirm). A seguir:

Polícia Civil não realizará operações fora do horário de trabalho

…Uma reunião nesta quarta-feira (2) com representantes do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia (Ugeirm), decidiu que os agentes vão realizar operação-padrão até a normalização dos pagamentos do funcionalismo público. Entre as ações, os agentes não vão mais participar de operações policiais fora do período entre as 8h30 e 18h.

Normalmente, as ações começam ainda durante a madrugada. Os flagrantes, mandados de busca e prisão também só serão cumpridos com participação dos delegados de polícia. No caso de homicídios, após as 18h, o atendimento só será realizado no local com casos consumados e presença do delegado.

O conselho ainda definiu que as ações serão recorrentes sempre que houver novo parcelamento dos salários.

A Associação dos Delegados de Polícia (Asdep) também emitiu nota sobre o parcelamento dos salários. No entanto, garante que medidas extremas não serão tomadas.

“A situação alarmante por que passa a segurança pública do Estado faz com que os Delegados de Polícia não adotem, neste momento, medidas mais contundentes”, diz a nota.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo