EducaçãoEstadoTrabalho

EDUCAÇÃO. Magistério em greve e alunos protestam e param o trânsito. Nesta terça, ato em frente à CRE

Lideres do magistério mantêm uma tenda bem no centro da cidade e...
Lideres do magistério mantêm uma tenda bem no centro da cidade e…

Cerca de uma centena de manifestantes, entre professores e alunos, unidos em torno das reivindicações do magistério estadual em greve, realizou ato de protesto na tarde passada. Uma caminhada que começou no Colégio Manoel Ribas, como informa nota DISPONÍVEL na versão online do Diário de Santa Maria, fizeram uma caminhada até o centro da cidade. Ali encontraram outros docentes de escolas diversas, em mais um ato de protesto da categoria.

Em Santa Maria, há um punhado de escolas totalmente paralisadas, ao mesmo tempo em que outras funcionam parcialmente, sem falar nas duas (Cilon Rosa e Augusto Ruschi) ocupadas por estudantes. E nesta terça? Está prevista mais uma manifestação, como você confere no material produzido pela assessoria de imprensa do CPERS em Santa Maria. No texto, de Maiquel Rosauro, você tem também uma relação das escolas e o quanto estão paradas. As fotos são de Gabriel Haesbart, de A Razão (caminhada) e Maiquel Rosauro (professores no centro). A seguir:

...receberam os integrantes da caminhada iniciada no início da tarde passada, no Colégio Manoel Ribas. Há duas escolas ocupadas
…receberam os integrantes da caminhada iniciada no início da tarde passada, no Colégio Manoel Ribas. Há duas escolas ocupadas

CPERS/Sindicato irá realizar ato em frente à 8ª CRE

O 2º Núcleo do CPERS/Sindicato prepara uma grande mobilização para esta terça-feira (24). A partir das 9h, haverá concentração na Praça da Locomotiva, na Avenida Presidente Vargas, em Santa Maria. Às 10h, terá início uma caminhada em direção à sede da 8ª Coordenadoria Regional de Educação (8ª CRE).

– Nosso objetivo é pressionar as coordenadorias para interferir na audiência de negociação com o governo do Estado. Exigimos uma nova agenda para que o governo apresente propostas às reivindicações da categoria. Convidamos todos os professores e agentes educacionais para participarem do ato e lutarem por seus direitos – salienta a diretora do 2º Núcleo, Sandra Regio.

Ato semelhante também será realizado em frente às outras Coordenadorias Regionais de Educação pelo Estado. O CPERS espera que a mobilização faça com que o governo volte a negociar com a categoria.

Em Santa Maria, 24 instituições estaduais de ensino estão total ou parcialmente paralisadas pela greve da categoria. As escolas Cilon Rosa e Augusto Ruschi estão ocupadas pelos alunos. Na região, escolas de Dilermando de Aguiar e de São Martinho da Serra também aderiram ao movimento.

A greve dos professores estaduais foi aprovada na Assembleia Geral do CPERS, realizada em 13 de maio, em Porto Alegre. A paralisação é a resposta dos educadores ao governo Sartori (PMDB) e sua cúpula, que massacram, dia após dia, os educadores e destroem a educação pública. A greve seguirá por tempo indeterminado.

Escolas totalmente paralisadas:

Manoel Ribas (Maneco)

Cícero Barreto

Edson Figueiredo

Gomes Carneiro

João Belém

Marieta de Ambrósio 

Padre Caetano

Cilon Rosa

Maria Rocha

Olavo Bilac

Reinaldo Fernando Coser

Mario Quintana (NEJA)

Dom Antônio Reis

Margarida Lopes

Escolas parcialmente paralisadas:

Augusto Ruschi

Coronel Pilar

Margarida Lopes

Walter Jobim

Prado Veppo

João Link Sobrinho

Celina de Moraes

Edna May Cardoso

Tancredo Neves

Escolas ocupadas:

Cilon Rosa

Augusto Ruschi

Agenda de eventos públicos

Terça-feira (24)

Às 8h, em São Martinho da Serra, professos alunos e funcionários da Escola Leila Ribeiro irão realizar um encontro na instituição. O objetivo é definir estratégias de luta e fortalecer a causa.

Às 9h, concentração na Praça da Locomotiva em Santa Maria. Às 10h, caminhada e ato em frente à 8ª CRE.

Às 9h30min, Trancaço na Escola Walter Jobim, em Santa Maria.

Quarta-feira (25) 

As escolas Margarida Lopes e Edna May Cardoso irão realizar o Ato em Defesa da Escola Pública, a partir das 9h30min. A caminhada irá partir de ambas as escolas em direção à rótula da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Às 13h30min, ocorrerá o Manifesto pela Educação, na Escola Coronel Pilar. O ato será marcado por uma caminhada (o trajeto ainda não está definido) e contará com a participação de alunos, pais e professores.  

30 de maio (segunda-feira)

Ato Público Estadual da Greve, às 10h, em frente ao Palácio Piratini, na Praça da Matriz, em Porto Alegre.

1º de junho (quarta-feira)

Às 14h, Mateada em defesa da Educação Pública, na Escola Dom Antônio Reis.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo