EstadoPolíticaTrabalho

ESTADO. Governo pagará 13º do ano passado em única vez. Troco do Banrisul, pela Folha, é que garante

Sartori informou, pela internet, que pretende pagar todo o atrasado do 13º do ano passado ainda neste mês. Troco virá do Banrisul
Sartori informou, pela internet, que pretende pagar todo o atrasado do 13º do ano passado ainda neste mês. Troco virá do Banrisul

No jornal eletrônico SUL21, com foto de KARINE VIANA, do Palácio Piratini

O governo do Estado anunciou, via rede social oficial, o pagamento integral do 13º salário de 2015 dos servidores públicos. Ainda no ano passado, o Executivo anunciou o pagamento em seis parcelas, de junho a novembro de 2016. Na tarde desta sexta-feira (3), o governador José Ivo Sartori firmou pelo Facebook que o pagamento “possivelmente” possa ser feito ainda neste mês.

Boa parte dos servidores, que desde o ano passado vêm recebendo o salário parcelado, fizeram empréstimos no Banrisul para receber o 13º em dezembro de 2015 para serem pagos pelo Estado.

Em sua manifestação na rede social, Sartori afirmou que os recursos para quitar o 13º integral virão da venda da folha de pagamento dos servidores ao Banrisul ao valor de R$ 1,2 bilhão por um período de 10 anos. Com a antecipação do pagamento, segundo o governador, o Estado terá uma economia de R$ 85 milhões. Já se fosse mantido o calendário parcelado até novembro, a despesa extra alcaçaria R$ 240 milhões.

“Portanto, esse é mais um esforço do governo, mesmo com todas as dificuldades financeiras, que são do conhecimento de todos, em dar um tratamento prioritário às questões dos servidores”, afirmou Sartori, na manifestação via Facebook.

Para o governo fazer o pagamento do 13º integral, a Assembleia Legislativa precisará aprovar um projeto de lei complementar ajustando o calendário previsto inicialmente em seis parcelas.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo