Câmara de VereadoresPolíticaPrefeitura

CÂMARA. Prefeito José Farret vai falar na Comissão que o processa por “infração político-administrativa”

Por JOYCE NORONHA (texto) e DEIVID DUTRA (fotos), no jornal A Razão

José Francisco da Silva fez a denúncia contra o prefeito. Os vereadores acataram e agora processam José Farret, que será ouvido na próxima sexta-feira
José Francisco da Silva fez a denúncia contra o prefeito. Os vereadores acataram e agora processam José Farret, que será ouvido na próxima sexta-feira

Após ser notificado pela Comissão Processante da Câmara de Vereadores sobre denúncia feita por José Francisco Silva, o Maranhão, o prefeito José Haidar Farret (sem partido) já indicou suas testemunhas de defesa e contratou o advogado Péricles Lamartine Palma da Costa para defendê-lo. Conforme o presidente da Comissão, vereador Admar Pozzobom (PSDB), Farret está convocado para, na sexta-feira da próxima semana, dia 4, depor no plenarinho da Casa em sua defesa, a partir das 10h.

Admar pontua que até escutar Farret, a comissão não deve ter reuniões de trabalho. O presidente também relata que assim como o prefeito, Maranhão indicou cinco pessoas como testemunhas de acusação. Estes indicados serão ouvidos depois que Farret depor para a Comissão. As datas de oitivas do denunciante e das testemunhas de acusação e defesa serão marcadas na próxima semana.

DEFESA ESTÁ CONFIANTE

O advogado de Farret diz que foi contratado na manhã de terça-feira e ainda estuda o processo, pois recebeu os documentos na tarde de ontem. Contudo, Péricles diz que está tranquilo e bastante confiante. “Estou bem otimista. A prova que meu cliente apresenta é bastante robusta”, comenta.

Além disso, Péricles diz que não descarta a possibilidade de indicar mais testemunhas de defesa, tendo em vista que Farret pode apontar até dez pessoas.

RELEMBRE

Maranhão acusa o prefeito de ter utilizado servidores ocupantes de cargos de confiança do Executivo Municipal para o auxiliarem em atividade privada no consultório médico. Ele protocolou a denúncia no dia 23 de setembro e no dia 27 a Câmara aprovou, por 19 votos a 1, a criação de uma Comissão Processante para investigar o caso. Além de Pozzobom, também compõem a Comissão Processante os parlamentares Jorge Trindade (Rede), como vice-presidente, e Ovídio Mayer (PTB), como relator.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo