CampanhaClaudemir PereiraEleições 2016PolíticaVideonota

VÍDEONOTA. A quem interessa meeesmo o apoio de Fabiano, Bisogno, Jáder, PMDB, PTB, Rede ou Rempel?

vídeonotaValdeci Oliveira e Jorge Pozzobom, pessoalmente ou por seus estrategistas, não poupam esforços políticos para buscar apoio dos candidatos (e partidos) que ficaram para trás no primeiro turno. Imaginam que isso seja importante, na disputa acirrada que se prevê para o turno final, a ser disputado no dia 30 deste mês.

Mas, será mesmo que são fundamentais, do ponto de vista eleitoral, para o petista e o tucano, a chancela (ou a falta dela) de quem chegou em terceiro, quarto, quinto ou último, no primeiro turno? É o tema para o editor, em áudio e video.

PARA CONFERIR A VÍDEONOTA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Interessa aos próprios perdedores do primeiro turno, que não podem ficar quatro anos sem fazer nada ou não estarem na vitrine.

    Procuram dar o “apoio” que nunca se terá certeza que se traduziu realmente em votos, porque fora os partidos mais radicais que têm o voto de cabresto natural entre seu eleitorado, os eleitores dos outros partidos votarão como bem quiserem, independente do que “recomenda” o candidato que votaram no primeiro turno.

    O “apoio” é espertamente o jogo da hora porque com isso pode aparecer uma vaguinha numa secretaria.
    Quando digo que os políticos usam a democracia à nossa mercê para eles mesmos se oportunizarem na carreira pública continuada , por eles mesmos, fazendo ceninha de cobrança entre eles nos debates, já que dali dois dias tudo é “zerado”, ninguém se dá conta. Nossa democracia é de péssima qualidade. (Re)coligação ou apoio no segundo turno deveria ser proibido por lei.

  2. No meu entender o apoio deve ser livre… Tendo em vista que os candidatos a vereador bancaram sua própria campanha,não dependeram do partido.. . Então!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo