Eleições 2016Política

NÃO CUSTA LEMBRAR. Muito barulho, muita tensão e na prática poucos secretários desincompatibilizados

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 28 de março de 2016, segunda:

PREFEITURA. Schirmer terá que optar entre nomes “técnicos” ou políticos, para os secretários candidatos

Pelo menos dois dos secretários (talvez existam outros) municipais ainda têm dúvida se vão ou não concorrer a vereador, em outubro. Um deles é Adelar Vargas, o Bolinha, do PMDB, titular da pasta de Ação Comunitária e também coordenador da Defesa Civil.

Ele expôs seu próprio problema em nota publicada no FEICEBUQUI (leia lá embaixo, na íntegra). Vai resolver até quinta-feira, data em que todos os que se encontram na mesma condição terão que se definir.

Quem também ainda não sabe se desincompatibilizará é Silvana Guerino (Educação). Além do mais, sem filiação, terá, se resolver sair, que filiar-se a um partido. Pelo que o editor conversou com a professora, embora ela própria esteja em dúvida, há chances razoáveis, por razões de natureza familiar inclusive, que seja o PP – sigla que ela não citou.

Até o momento, dá-se como certa a saída dos peemedebistas Tubias Calil (infraestrutura), cotado também para concorrer a vice-prefeito, e Magali da Rocha (Habitação). Também estão confirmadas as saídas do pedetista Miguel Passini (Mobilidade Urbana) e do pepista Erony Paniz Júnior (Esporte)…”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI                                                     

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, no fim das contas só saíram Passini, Adelar e Magali. E o primeiro acabou desistindo de concorrer, o segundo se elegeu vereador e a terceira virou candidata a vice e ficou sem mandato. No mais, outros cotados, como Silvana e Tubias, além de Paniz, resolveram mesmo é continuar onde estavam.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo