EducaçãoHistóriaMemóriaPolíticaUFSM

MEMÓRIA. Historiadora do Arquivo Nacional e os documentos da ditadura na UFSM. Confira o VÍDEO

Vivien Ishaq, historiadora do Arquivo Nacional, fez palestra esta semana na UFSM e trouxe informações sobre os dossiês da ditadura

Por FRITZ R. NUNES (texto e foto) e IVAN LAUTERT (vídeo), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

Em sua passagem por Santa Maria, na quarta-feira, dia 24, a historiadora do arquivo Nacional, Vivien Ishaq, trouxe informações valiosíssimas para a Comissão Paulo Devanier Lauda de Memória e Justiça da UFSM. Vivien disse que parte importante do acervo da extinta Assessoria de Segurança e Informações (ASI) da universidade, foi localizada nos antigos arquivos do Serviço Nacional de Informações (SNI).

Mas não somente. Conforme a pesquisadora, também existem registros de documentos resultantes da espionagem, especialmente a militantes do movimento estudantil, no extinto Serviço Secreto da Aeronáutica e do Conselho de Segurança Nacional.

Vivien não soube dizer com exatidão a quantidade de documentos, que ainda precisam ser estudados, mas são pelo menos mil fichas, que podem variar de mil a, quem sabe, 10 mil páginas. Esse material deverá ser repassado em breve, através de meios eletrônicos, à Comissão da Verdade da UFSM. O professor Diorge Konrad, do departamento de História, também membro da Comissão da Verdade, se mostra ansioso para acessar esses arquivos. Já pensando no trabalho minucioso que será necessário, disse que a Comissão irá requerer prorrogação dos trabalhos, que encerraria em junho, por mais um ano.

Acompanhe a seguir, em vídeo, os depoimentos da historiadora Vivien Ishaq e do professor Diorge Konrad:

 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo