Destaque

PARTIDOS. Luiz Carlos Fort deverá anunciar mesmo, nesta quinta, a sua saída do PT. Mas e vai para onde?

Na terça, Fort (E) esteve na Câmara para o lançamento da Cartilha da Cidadania. Antes de sessão ele aproveitou para rever velhos colegas

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto), da Equipe do Site

O PT santa-mariense largou a toalha. Conforme fontes do partido ouvidas pelo site nessa quarta-feira (10), Luiz Carlos Fort (PT) está mesmo deixando a sigla. E o destino do ex-presidente da Câmara de Vereadores pode ser diferente do imaginado.

Na terça (9), Fort esteve na Casa para o lançamento da Cartilha da Cidadania. O material foi desenvolvido pelo Legislativo em parceria com a Unifra e estudantes que fizeram parte da Câmara Mirim de Santa Maria em 2016.

“Como presidente prestei todo o apoio possível para as pessoas terem acesso a seus direitos”, afirmou Fort.

Nesta quinta (11), ele volta à Câmara para descerrar um quadro com a sua foto como ex-presidente do Legislativo. O ato está marcado para as 14h30min, quando Fort deve anunciar sua saída do PT.

Segundo os petistas ouvidos pelo site, a saída do partido é certa. Porém, seus atuais colegas de sigla acreditam que Fort não deve divulgar nesta quinta o seu destino. Há tempos se especula seu ingresso nas fileiras do PP, porém um novo partido corre por fora.

“O pessoal do PSB está procurando ele para fazer uma dobradinha com o Fabiano Pereira nas eleições do próximo ano”, afirmou um petista que pediu anonimato.

Caso se confirme, Fabiano concorreria a deputado federal em outubro de 2018 e Fort a deputado estadual.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

6 Comentários

  1. O partido virou pó. Perdeu totalmente a identidade. É hoje um exemplo de incoerência ideológica na enésima potência. Na prática da gestão pública foi absolutamente ineficaz, incompetente e de péssimos resultados. Diz “defender os trabalhadores” e na prática um plano de governo incompetente e populista por 13 anos provocou 14 milhões de desempregados; aumentou a dívida das famílias com uma política de crédito irresponsável; aumentou o custo de vida com uma inflação nos dois dígitos, prejudicando os mais pobres; decolou com os juros favorecendo os maiores bancos e o grande capital. Favoreceu grandes empresários com bolsa empresário, uma conta que vamos pagar até 2050 com os títulos da dívida pública. Os grandes viveram muito bem de renda nesse anos com juros lá em cima e os pequenos só vendo a inflação corroer o salário e o pão de todo dia, e as contas atrasando. Não melhorou em nada a saúde pública, preferiu jogar dezenas de bilhões nos ralos com estágios da Copa e nas Olimpíadas para que os “empreiteiros amigos” se darem bem e voltar uma “comissãozinha”, como já evidente a partir da investigação policial e da condenação pela Justiça. Não melhoraram em nada a educação pública. Só pela educação é que os pobres realmente deixam de ser pobres definitivamente. Mas para que dar escola de base de ótima qualidade para todos, para os pobres em especial, se as pessoas vão se capacitar, vão se qualificar, vão se virar? Não é isso que nenhuma legenda realmente quer. As legendas querem poder, como a sua, já que pessoas que se viram por conta porque estariam capacitadass pela escola é ruim para a sua ideologia, pois ela desaparece. E desaparecendo, para que “salvadores”? Há ego na “luta ideológica” e nada de realidade. “Vamos dizer que somos salvadores, mas na real vamos criar um bolsa cabresto para que os pobres fiquem dependentes de nós para sempre no poder”. Isso foi o que se viu.

    Eis aí uma ideologia que quando assumiu o poder provocou “terra arrasada” para pobres e trabalhadores, por mil motivos. Quebraram até os fundos de pensão de trabalhadores. “Mas não mexam na minha santa, boa, competente e honesta ideologia, mesmo que funcione ao contrário do que prega”.

    Quando acontecer a debandada, mostrará que o barco jurássico afundou por conta. Mais uma vez. Há mais de 100 anos essa ideologia vive só quebrando países, demitindo milhões de pessoas, provocando caos nas contas públicas e complicando a vida de todos. Mas tem gente que tem olhos e não enxerga.

  2. Talvez o sr. Fort tenha ponderado sobre os acontecimentos e o futuro próximo, e se dado conta que tem uma visão ética que precisa ser coerente com a causa ideológica, no dia a dia. Daí não teria estômago para ir às tribunas e a público defender os criminosos da legenda já condenados pela Justiça, pois visivelmente permanecerão no partido sem nenhuma contestação contrária dos próprios partidários.

    Eis algo que não dá para entender. Alguém no partido levantou a voz para expulsar os já condenados? Não. O partido rasgou o estatuto. Em qualquer lugar decente do mundo uma pessoa é expulsa de uma agremiação qualquer quando comete um crime. Na sua legenda, não aconteceu. Onde fica a coerência ideológica? Alguém no partido teve a coragem de assumir erros? Não, são uns pedantes. Acham-se que nunca fazem nada de errado. Consideram-se perfeitos (na ótica da causa, que “basta a causa”). Não têm humildade. Para a legenda, são sempre a Globo, a grande mídia, a CIA, a Lua cheia, as fadas da meia-noite e os capitalistas selvagens os reais causadores de todos os problemas, inclusive o da legenda. Isso é no mínimo coisa de infantil. Agora o problema para essa legenda é a PF, o MP, a Justiça e o Moro. Ora, a Justiça é problema só para os criminosos. Não me admiraria que daqui a pouco digam que o problema para a legenda é a conjunção de Saturno com Marte.

  3. Primeiro, usar o pseudônimo de Gordo Incrédulo é covardia de quem não tem coragem de aparecer e colocar as suas opiniões, mesmo discordando dos outros, mas respeitando.
    Segundo, eu não saio do PT, que milito desde de 1982, porque não tem no Brasil, um partido com a história de luta e que entenda a luta de classe como o Partido dos Trabalhadores.
    Porque para mim partido existem, não somente para eleições, porque o sistema eleitoral no Brasil depois da ditadura militar, somente favorece ao sistema econômico e as oligarquias.
    Porque muito dificilmente um pobre consegue se eleger, numa disputa desigual do poder econômico da maioria das candidaturas, que depois defendem o interesses de grupos e empresas.
    E a justiça eleitoral é falta e conivente com o “status quo”.
    E finalmente, não concordo com o Jorge….Qual o sobrenome? no inicio de seu comentário, mas no final concordo.
    As pessoas tem que saber, o que significa estar filiada a um partido político e para que serve.
    Os partidos tem que ser ideológicos e não sigla de aluguel ou unicamente pragmáticas.
    Eu tenho ideologia, que deve estar acima dos partidos.

  4. O editor vai ter quase um orgasmo quando descobrir para aonde o Fort vai. k k k .. É um dos assuntos recorrentes dos posts. Se não há novidade, não se insiste no assunto, editor.

    O PT virou a maior vergonha nacional de todos os tempos. Não tem mais jeito. Quem for esperto vai cair fora.

    Se ele era da “Tendência Marxista” como pontua o seu Rubem e mantivesse a coerência ideológica, coisa esperada porque pessoas com ideologias esquisitas aos tempos de hoje não mudam de visão tão fácil, ele abraçaria um dos nanicos: PSOL, PSTU, PCdoB, etc..

    Diferente desses, ou o seu Fort finalmente teria aprendido que a ideologia é jurássica ou teria virado um político pragmático. Aliás, por que as pessoas seguem carreira política? Política não deveria ser carreira.

  5. Fui eu que filei o amigo Luiz Carlos Fort no PT, quando ele tinha uma loja de Bicicleta na Vila São João Batista e no PT ele participou comigo na corrente TM – Tendência Marxista, após foi para o PT Amplo e Democrático. Entendo que ele fez um excelente trabalho como vereador e também como presidente do Poder Legislativo Santamariense. Ele não encontrará fora do PT um partido que mais respeite os direitos individuais das pessoas e suas opções e um partido que tem história e continua na luta por uma sociedade mais justa, igualitária, onde todos possam viver dignamente, sem um direito a menos. Se for a vontade de sair, ele vai fazer muita falta sim para nós. Mas acredito que ele fique no PT, porque se ele quiser ser candidato a deputado, pode ser pelo PT. Todos filiados tem direito de ser. O que me anoja é as especulações da imprensa, tentando influenciar na decisão ou a ter decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo