Prefeitura

PREFEITURA. Com redução de R$ 32 milhões no orçamento previsto, LDO é entregue à Câmara

Projeto aponta redução no orçamento se comparado com este ano. Administração Municipal trabalha com um cenário realista das finanças. Foto Deise Fachin / Prefeitura de Santa Maria

Por Maurício Araujo / Prefeitura de Santa Maria

Já está na Câmara de Vereadores de Santa Maria, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2018. A proposta, elaborada pela Prefeitura Municipal, foi assinada, nesta terça-feira (15), pelo prefeito Jorge Pozzobom e levada até a Casa Legislativa pelo vice-prefeito Sérgio Cechin. O projeto aponta para uma redução se comparado com o orçamento deste ano. Vários fatores, de acordo com a Administração, foram determinantes para a redução de valores. Dentre eles estão o desaquecimento da economia, a diminuição e o atraso de repasses feitos pelo governo do Estado e pela União.

Conforme o prefeito, o Município trabalha com um orçamento realista e atua para aumentar as receitas próprias, sempre com o objetivo de fazer uma gestão responsável e transparente.

“A Lei de Diretrizes Orçamentárias do nosso Governo tem como prioridade absoluta preparar um orçamento realista, principalmente para mostrar para toda a sociedade que estamos governando com responsabilidade e austeridade diante da grande crise financeira que enfrentamos”, disse o chefe do Executivo.

A LDO foi entregue ao presidente da Câmara de Vereadores, Admar Pozzobom. Logo após o ato, a matéria seria encaminhada à Comissão de Orçamento e Finanças da Casa. Durante a entrega, que contou, além da presença do vice-prefeito, com o chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez; com o controlador Geral do Município, Alexandre Lima; com o secretário de Finanças, Jean-Pier Esquia; e com a secretária de Gestão e Modernização Administrativa, Verônica de David Antônio, a LDO foi detalhada.

Conforme aponta a Lei de Diretrizes, o orçamento para 2018 deve ficar em R$ 658 milhões. A previsão orçamentária deste ano era de R$ 690 milhões. De acordo com Jean-Pier Esquia, a redução de expectativa para o próximo ano se dá pelo fato de a Prefeitura trabalhar com um cenário objetivo das finanças, avaliando vários pontos, como o desaquecimento da economia em todos os níveis. O secretário também aproveitou para destacar os compromissos assumidos pelo Governo Municipal.

“A Prefeitura, apesar de reconhecer as dificuldades financeiras, tem honrado os pagamentos dos servidores, com responsabilidade e transparência”, disse o secretário de Finanças.

Na oportunidade, o vice-prefeito destacou a harmonia entre os poderes Executivo e Legislativo, lembrando que ambos buscam o crescimento do Município.

“Viemos pessoalmente apresentar a LDO e valorizar este poder, que sempre tem trabalhado em harmonia para o desenvolvimento de Santa Maria”, finalizou o vice-prefeito Sérgio Cechin.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo