PARTIDOS. PCdoB/SM tem novo Diretório Municipal

PARTIDOS. PCdoB/SM tem novo Diretório Municipal - PCdoB

Tiago Aires (ao centro, de camisa preta) foi eleito por aclamação como novo presidente do PCdoB/SM. Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

O Partido Comunista do Brasil de Santa Maria (PCdoB/SM) realizou uma Conferência Municipal na tarde desse sábado (14), no Plenarinho da Câmara de Vereadores. No encontro, foi eleito o novo Diretório da sigla, enquanto que a Executiva será eleita futuramente.

Por aclamação, o ex-candidato a prefeito de Santa Maria, Tiago Aires, foi eleito presidente do partido. O mandato é de dois anos.

Segundo Aires, o PCdoB/SM é uma ferramenta da classe trabalhadora e seguirá atuando contra a redução do Estado e a retirada de direitos originadas nas reformas propostas pelo presidente da República, Michel Temer (PMDB).

“No Estado, vamos enfrentar o desmonte proposto por José Ivo Sartori (PMDB), que se reflete nas privatizações e nos ataques aos servidores públicos e ao serviço público. Em nível municipal, vamos cobrar do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) a responsabilidade pela abertura do Hospital Regional, que foi uma promessa de campanha”, afirma Aires.

O novo presidente do PCdoB/SM também planeja debater o projeto Escola Sem Mordaça, de autoria do deputado estadual Juliano Roso (PCdoB), que se contrapõe ao Escola Sem Partido; e combater a violência contra as mulheres, denunciando a sua incitação nas redes sociais.

No sábado, os militantes realizaram um balanço da direção passada do partido e projetaram a próxima gestão. O fortalecimento da sigla no movimento comunitário, juventude e o movimento sindical na cidade também foram temas de discussão.

Os comunistas do Brasil ainda elegeram os delegados que participarão da 19ª Conferência Estadual do PCdoB/RS, em 21 de outubro, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre.

Para o 14º Congresso Nacional da sigla, que ocorre entre os dias 17 e 19 de novembro, em Brasília, os militantes de Santa Maria defendem a construção de uma Frente Ampla para combater o governo Temer.



4 comentários

  1. Jorge

    Vamos à luta, luta, gente. Sempre na luta. Na Luta. Na luta, sempre. Luta. Não se esqueçam, ok? Na luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *