PrefeituraSanta Maria

CIDADE. ONG Igualdade, com apoio da Prefeitura, realiza 16ª edição da Parada Livre da Região Centro

Colorido das bandeiras tomou conta da 16ª Parada Livre da Região Centro, na Gare de Santa Maria, acontecida na tarde deste domingo

Por ANA BITTENCOURT (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Comemorando 15 anos de militância nas causas de lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, travestis e intersexuais (LGBTTI) em Santa Maria, a ONG Igualdade promoveu, na tarde deste domingo (05), a 16º Parada Livre da Região Centro. O evento, realizado com apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Cultura, Esporte e Lazer e de Saúde, reuniu cerca de 800 pessoas no Largo da Gare, segundo estimativa da Guarda Municipal. O tema escolhido para a edição deste ano foi “Mais que um direito, uma questão de respeito” e sintetiza o propósito da festa, que é buscar reconhecimento e valorizar as conquistas e pessoas que se destacam no meio LGBTTI.

Representando a Prefeitura estiveram presentes a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Marta Zanella, a coordenadora de Política do HIV/AIDS da Secretaria de Saúde, Patrícia Bueno, e o chefe do Executivo, prefeito Jorge Pozzobom. O presidente da Câmara de Vereadores, Admar Pozzobom, também prestigiou o evento.

“Essa é uma festa linda e que tem e sempre terá todo o apoio da Prefeitura de Santa Maria. Mas vale lembrar que os direitos da população LGBTTI já está garantido na Constituição brasileira, em seu Artigo 5º. O que precisamos garantir, para todos, sem exceção, é o respeito!”, afirmou Jorge Pozzobom.

A tarde reservou espaço para apresentações artísticas, performances de drag queens e transformistas, shows musicais e diversas ações de Saúde e conscientização, promovidas pela Política do HIV/AIDS, da Saúde Bucal e da Atenção Psicossocial do Município.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo