Eleições 2018PartidosPolítica

ELEIÇÕES 2018. Petistas do RS anunciarão Rossetto para concorrer ao Piratini e Paim outra vez ao Senado

Ex-presidente foi consultada e liberou o partido para usar as vagas na composição de alianças. Dilma pode concorrer por Minas Gerais

No portal do CORREIO DO POVO, com informações d’O Estado de São Paulo e foto de Reprodução

O Diretório Estadual do PT no Rio Grande do Sul marcou para 9 de dezembro o anúncio da chapa majoritária que vai concorrer às eleições estaduais de 2018. A presidente cassada Dilma Rousseff não faz parte da chapa que tem o ex-ministro Miguel Rossetto como pré-candidato ao governo e o senador Paulo Paim como indicado para disputar a reeleição.

A segunda vaga ao Senado e a vice de Rossetto serão oferecidas a possíveis aliados, de acordo com dirigentes do PT gaúcho. Com isso, as opções para Dilma concorrer a algum cargo eletivo nas eleições do ano que vem foram reduzidas.

Em reunião realizada no início da semana para definir o lançamento das pré-candidaturas, Dilma foi consultada e liberou o partido para usar as vagas na composição de alianças. “Não estou avaliando isso no momento”, disse ela, segundo relatos de participantes do encontro.

Segundo o deputado Pepe Vargas, ex-ministro de Dilma e presidente do PT gaúcho, embora a chapa já esteja fechada, a presidente cassada ainda pode ser candidata pelo Rio Grande do Sul “em qualquer hipótese”.

Minas Gerais 

De acordo com pessoas próximas a Dilma, uma das opções é uma candidatura ao Senado por Minas, seu Estado natal. A presidente do PT mineiro, Cida de Jesus, fez um convite público para que a presidente cassada dispute o  leito de 2018, mas com a demora de Dilma em se decidir outros nomes já ocupam o espaço.

Uma ala do PT mineiro defende a candidatura do deputado Reginaldo Lopes (MG) ao Senado. Outra prefere que as duas vagas sejam oferecidas a aliados em troca de apoio à reeleição do governador Fernando Pimentel (PT).

Resistência

Dirigentes do PT de Minas são refratários à participação de Dilma nas eleições locais do ano que vem. Eles temem que a presença da presidente cassada contamine a disputa estadual com temas nacionais e dificulte a reeleição de Pimentel.

Além disso o empresário Josué Gomes, filho do ex-vice-presidente José Alencar (morto em 2011), hoje filiado ao PMDB, também é cotado para a vaga. Josué concorreu ao Senado em 2014, mas não foi eleito.

Segundo fontes do PT, ele sinalizou que gostaria de voltar a concorrer em 2018. No entanto, Josué é considerado o “vice dos sonhos” para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com lideranças petistas, a possibilidade de Dilma concorrer ao Senado por Minas depende de Josué aceitar ser o vice de Lula.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

15 Comentários

  1. No caso ganhar é secundário. Um dos objetivos do PT é “refundar” a esquerda. Por falta de trouxa o Brasil não termina.

  2. Editor está prestigiado, há um deputado estadual do PCdoB com este nome. Falando nisto, amanhã o Canal Livre da Band, na série de entrevistas com pré-presidenciáveis traz a filha da desembargadora como entrevistada.

  3. Caro Claudemir. Primeiramente cumprimentos pela bela cobertura política que realiza! Dilma não pode, em hipótese alguma, ser candidata a qualquer disputa política por Minas Gerais! O prazo de transferência de domicílio eleitoral se dá um ano antes do pleito. A filiação sim tem prazo de seis meses. Abraços e bom trabalho!

  4. Vermelhinhos estão atochando (para variar). Dilma provavelmente será candidata a nada, está esperando quem vai ser eleito para se pendurar num cabide.

    1. Ela gostaria muito de ser eleita para alguma coisa para ganhar o prêmio do foro privilegiado, nem que seja para uma “humilde” vaga de deputada estadual, que eu acho onde ela tem mais chance. Senado e governadora, nem pensar. Ainda não “respingaram” muitas coisas envolvendo ela com o Mantega e o “casal 20” do marketing, mas essa hora vai chegar e ela sabe que vai ser “da hora” ter foro privilegiado. Mesmo o STF podando as asinhas do foro, a coisa vai longe.

      Seu Brando, boas férias! Vou ficar um bom tempo fora do ar, férias e mais férias. Nada como estar no serviço público para ter esse privilégio. k k k .. É brincadeira, do serviço público quero distância, até como usuário. “Toque o barco” com a maestria de sempre. Editor, sentirá saudades? FUI!

    2. Opa! Gracias! Boas férias “seu” Jorge! Ausência vai empobrecer o debate!
      Aqui não vai muito longe, políticos daqui a pouco param também e só voltam mesmo depois do carnaval. Não aguentam fazer “m” o ano inteiro.

  5. Então sou um triste partidário da infelicidade? Muito pelo contrário. É que não tem jeito. Só tem duas formas de se aprender na vida: pela escola, adquirindo conhecimento sobre a realidade das coisas e colocando em prática esse conhecimento para se ir para a frente, e a outra forma é com dor, principalmente quando dói no bolso. Brasileiro (e gaudério), culturamente, aprende(m) mais com dor.

    Louvamos aqueles que nos vendem fantasias via ideologias, nunca aquele que nos mostra a realidade e coloca em prática conhecimento para melhorar as coisas, porque mexe com os privilégios e aplica aquela injeção doida que nos faz cair na real, mas coloca as contas em dia e “cura-nos”. Então, que mais uma vez o caminho da dor seja útil, o quanto antes, porque o aprendizado pela escola (em greve) e pela realidade não acontecerá tão cedo. Talvez nunca.

  6. Gringo, teu tempo já deu. Não precisa fazer mais nada, aliás, quase nada foi o que mais fez, no fim das contas mais um fiasco de governo que não teve competência nem para escancarar a realidade e convencer a sociedade da importância das mudanças. Ocupar o cargo para o caos não acontecer com um vermelho, mas não ir adiante, dá quase na mesma. Passe a bola e vá pescar lambari naqueles buracos que têm aos montes nas estradas operacionalizadas pela “top” EGR, que demorou cinco meses para reformar uma pinguela em Santa Cruz. Num país desenvolvido “capitalista” que cobra o mesmo imposto que aqui, mas retorna à sociedade de lá todo centavo que recolhe, consertariam a pinguela em três dias e não prejudicariam tantas pessoas.

  7. Mas de pé, orgulhosos, esfarrapados, de bigode, bombacha e cavalo arriado, com uma lamparina numa mão e dois lambaris noutra, olharemos no horizonte para aqueles paquidermes quebrados das empresas de gestão estatal e gritaremos “MAS BAH, TCHE, QUE ORGULHO, SÃO NOSSOS!!!!”. Esse é destino que nosso inconsciente sempre quis. Que se cumpra.

    Faço aqui um apelo, votem como eu num vermelho para o governo. Para oito anos, quatro é pouco, é preciso consolidar o buraco que já estamos há décadas.

  8. Esse Estado precisa passar por uma boa lição definitiva, e quero ajudar, votando num vermelho. Tomara que escolham um da ala mais radical e que faça o grande favor de reestatizar o aeroporto, e mais a DELL, a GM, o Zaffari, todas as operadoras de telefonia. Que voltem a vender leite. “É preciso acabar com o capitalismo selvagem.” “O Estado é sempre o salvador”. “Nós no Estado, claro”. Vamos ver aonde isso aqui vai parar. Já somos vergonha nacional devendo para todo mundo, decaindo em qualidade de educação, seremos uma internacional. Nem o Uruguai vai querer ficar com o que sobrar.

  9. Como seria interessante ver essa turma “detonando” ainda mais as contas públicas, ver o Estado e a qualidade da educação e da saúde indo para as rabeiras. Não terão depósitos judiciais para gastarem aos bilhões, como teve o pseudointelectual. Teve essa sorte e daí “lavou as mãos”, de forma indiferente, para a importância extrema de acertar as contas de uma vez. Que sorte para ele. Um vermelho não pode ser impopular. Pode até quebrar o Estado, mas não pode ser impopular. Mas se quisessem consertar as contas, não saberiam, .nem quereriam, pois o “manual” ideológico não olha para a realidade, é contra tudo o que deveria ser feito racionalmente. Que lição! Mas a culpa será da Globo, do Papai Noel e da RBS, claro, é isso que diz o “manual” ideológico.

  10. A essa altura do campeonato passei a torcer para que o gringo não mais consiga fazer coisa alguma da reestruturação, pois afinal, se precisou de três anos para se mexer e quase nada de até agora, até a TVE ainda funciona para o editor e mais dois assistirem-na, só mais um ano na mesma passa rápido. Quero ver o mau humor de parte dos professores por causa de uma “luta” interna de consciência, pensando se vão ou não às raias das greves para exigir e piso e os pagamentos em dia, já que os pagamentos vão se atrasar ainda mais que hoje. Será que entrariam em greve com os “companheiros” ideológicos no poder? Quase certo que não, “desgastariam” o governo, não devem. A “luta” é ter o poder, e isso significa se comportar como reféns da ideologia do grupo, quando convém. Ao menos umaboa nova: alunos não sofrerão perda de qualidade educacional, sem as greves.

  11. Quero ver uma montanha de cargos comissionados de barbudos no serviço público consumindo nossos impostos recolhidos. Estão quase passando fome, são dezenas de milhares que foram exonerados de Brasília, então será um grande serviço social virarem CCs de novo. Vou repetir: farei até uma novena para que a dama de vermelho seja a gerente das Finanças, assumindo a cadeira na mesma condição que está hoje, cheio de paquidermes, com déficit tremendo, sem nenhum ajuste feito, só para ver o caos tomar conta. Vão tomar conta dos espaços do Jornal do Almoço reclamando da Lei Kandir todo o tempo.

  12. Adoraria que a dama de vermelho fosse convidada para a Secretaria das Finanças dessa nossa querência amada na vitória dos vermelhos em 2018.

    Já aproveito a oportunidade para declarar meu voto em 2018 para governador, e espero que a a maioria vote da mesma forma que votarei. Seja o vermelho que for, será para ele. Quanto mais radical na visão ideológica carcomida pela História, melhor. Claro que votarei não pelos motivos dos vermelhos, mas vocês entenderão por que a minha torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo