Destaque

EDUCAÇÃO. Burmann empossa novo 1º escalão da UFSM pedindo conciliação e criticando “sectarismos”

No seu discurso, o reitor Paulo Burmann fez apelo à conciliação, em meio a vários temas polêmicos que se incluem na pauta da UFSM

Por FRITZ R. NUNES (com foto de MARCOS OLIVEIRA, da Agência de Notícias da UFSM), da Assessoria de Imprensa da Seção Sindical dos Docentes

Para voar mais alto tem que mudar ainda mais. A frase de efeito baseada em slogan de campanha do professor Paulo Burmann foi recitada ao final da manhã desta quinta, 4 de janeiro, durante a solenidade de posse no Centro de Convenções da UFSM. Em seu discurso, o reitor, que assume para um mandato de mais quatro anos, procurou dar um clima de conciliação à sua gestão, sugerindo que esse seja o tom para o trabalho da equipe, que também estava assumindo. O objetivo, segundo ele, é a criação de um ambiente de tranquilidade para que a universidade consiga avançar. Assumiram, além do reitor e do vice, professor Luciano Schuch, os titulares e adjuntos das pró-reitorias, bem como os demais escalões da Administração.

Entretanto, ao mesmo tempo em que falava em conciliação, o reitor mandava recado. Ao citar a elaboração do novo estatuto da universidade, através do processo Estatuinte, Burmann foi duro. Segundo ele, a Estatuinte, cujo processo iniciou em 2014 e foi interrompido no início de dezembro passado, sendo devolvido ao gabinete do reitor no dia 26 de dezembroera para ser um espaço democrático, mas que exigia uma postura de reflexão mais madura. No entanto, o debate da Estatuinte foi “desconstruído deliberadamente por uma minoria”, afirmou o reitor, sem citar nomes. Para ele, essa desconstrução foi resultado da atuação sectária de grupos mais interessados em promover uma “privatização por dentro” da instituição.

O apelo à conciliação se dá em um início de gestão em que vários temas polêmicos estão na pauta. Não apenas o nó da Estatuinte precisa ser desatado. Serão debatidos sob críticas de vários segmentos, a proposta de código disciplinar discente, já rechaçada pelo Diretório Central de Estudantes (DCE). Além disso, a minuta encaminhada às unidades para regulamentação dos cursos de pós-graduação lato sensu (especialização) pagos, é outro assunto que, além de críticas já expostas em reportagem da Sedufsm, pode causar embate político com a reitoria.

Apoio parlamentar

Em sua fala, o reitor Paulo Burmann enfatizou bastante a crise enfrentada pela universidade de 2014 para cá, com o corte dos investimentos e também da rubrica de custeio. Por que a universidade não entrou em colapso, perguntou ele. Em seu modo de ver devido ao fato de haver um trabalho de equipe e uma “dose de humildade”. O reitor falou da necessidade de se continuar buscando apoio de deputadas (os) , e que a criação da Frente Parlamentar em defesa das universidades públicas, independente de convicções ideológicas, fez muita diferença em 2017.

Burmann não esqueceu a questão do Hospital Regional de Santa Maria, unidade hospitalar que está concluída e à espera de que o governo do estado defina quem irá administrá-la. O reitor se dirigiu diretamente a José Ivo Sartori. Disse ele: – Sr. Governador, queremos que o Hospital Regional abra suas portas, independente de quem irá geri-lo. Isso não importa somente à UFSM, mas servirá a toda a comunidade. É uma lástima o que está acontecendo, finalizou Burmann.

Universidade de excelência

No que se refere aos discursos, a solenidade teve a fala inicial do vice-reitor que entregava o cargo, professor Paulo Bayard Gonçalves, que relembrou seu histórico na UFSM até chegar à vice-reitoria e se disse orgulhoso por ter tido experiência na administração de uma das melhores universidades do país. Emocionado, elogiou e agradeceu a Burmann e a toda a equipe de trabalho. Para Bayard, Burmann se mostrou um diplomata navegando em águas turbulentas. Em relação à Schuch, qualificou-o como “jovem e dinâmico”, que já demonstrou qualidades no pouco tempo de docência.

Ao fazer sua fala, antes do reitor, Luciano Schuch fez vários agradecimentos, inclusive ao fundador da UFSM (José Mariano da Rocha Filho) e deu ênfase na busca de uma “universidade de excelência”, possibilitando, por exemplo, que sejam qualificados os cursos de pós-graduação emergentes e tornando excelente os já qualificados. Para ele, é preciso ter responsabilidade para que a instituição seja inclusiva, afirmativa, mas que também prime pela construção da ciência, tecnologia e inovação.

“A universidade precisa ser vista como investimento”, destacou Schuch, que frisou também que um dos principais objetivos da instituição deve ser o de formar cidadãos qualificados para ajudar a transformar a região onde vivem. Citou ainda que um dos desafios é a inclusão da extensão na graduação, construindo programas que possibilitem o desenvolvimento social, cultural e político do país. “As portas do nosso gabinete estarão sempre abertas”, prometeu.

Confira os nomes que irão compor a equipe de gestão da UFSM para o período de 2018-2021:

– Chefe de Gabinete do Reitor: Getúlio Rocha Retamoso;

– Secretário Geral do Gabinete do Reitor: Marionaldo da Costa Ferreira;

– Pró-Reitora de Gestão de Pessoas: Márcia Helena do Nascimento Lorentz;

– Pró-Reitora substituta de Gestão de Pessoas: Paula Borges Tronco;

– Pró-Reitor de Planejamento: Frank Leonardo Casado;

– Pró-Reitor substituto de Planejamento: Joeder Campos Soares;

– Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa: Paulo Renato Schneider;

– Pró-Reitor substituto de Pós-Graduação e Pesquisa: José Fernando Schlosser;

– Pró-Reitora de Graduação: Martha Bohrer Adaime;

– Pró-Reitor substituto de Graduação: Jerônimo Siqueira Tybusch;

– Pró-Reitor de Administração: José Carlos Segalla;

– Pró-Reitora substituta de Administração: Isabel Bohrer Scherer;

– Pró-Reitor de Assuntos Estudantis: Clayton Hillig;

– Pró-Reitora substituta de Assuntos Estudantis: Angelica Medianeira Iensen;

– Pró-Reitor de Infraestrutura: José Mário Doleys Soares;

– Pró-Reitor de Extensão: Flavi Ferreira Lisboa Filho;

– Pró-Reitor substituto de Extensão: Rudiney Soares Pereira;

– Coordenador de Educação Básica, Técnica e Tecnológica: Marcelo Freitas da Silva.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, E TAMBÉM VER OUTRAS FOTOS, CLIQUE AQUI.

LEIA TAMBÉM:

Burmann empossa vice-reitor, pró-reitor e demais cargos de direção”, da Agência de Notícias da UFSM, com fotos de Gabrielle Ineu Coradini (AQUI)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo