Tragédia

KISS. Presidente da OAB/RS, que também atuará na acusação do processo, encontrará pais de vítimas

Advogado Ricardo Breier visitará sede da AVTSM, terça, às 14h e depois irá até o imóvel onde funcionava a boate. Foto Caroline Tatsch

Por Luiz Roese / Assessor de imprensa da AVTSM

O advogado Ricardo Breier, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Sul (OAB/RS), estará em Santa Maria (RS) nesta terça-feira (23) para se encontrar com mães e pais de vítimas da tragédia da Boate Kiss, que causou a morte de 242 pessoas em janeiro de 2013. O encontro está marcado para as 14h de terça (23), na sede da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), no prédio da Antiga Reitoria da UFSM, na Rua Floriano Peixoto 1184 – 6º andar, no centro de Santa Maria. Ele estará à disposição da imprensa, ao lado do presidente da AVTSM, Sergio da Silva, do vice-presidente, Flávio Silva, e do advogado da AVTSM, Pedro Barcellos Jr.

Depois do encontro na AVTSM, Breier irá, acompanhado de alguns pais, até o imóvel onde funcionava a Boate Kiss, na Rua dos Andradas, no centro de Santa Maria. No próximo sábado (27), a tragédia completa cinco anos.

Na semana que passou, Breier protocolou no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS), em Porto Alegre, o pedido de habilitação para atuar como assistente de acusação no processo criminal do incêndio da boate Kiss. Breier vai representar a AVTSM em conjunto com o advogado Pedro Barcellos Jr.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo