LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, Ato pela Democracia, Travessia Urbana, táxis, maquinário e luz no Cedas

LUNETA ELETRÔNICA. HUSM, Ato pela Democracia, Travessia Urbana, táxis, maquinário e luz no Cedas - Cechin-em-POA

Vice-prefeito Sergio Cechin (PP) foi a Porto Alegre em busca de informações sobre maquinário para o Município. Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

* Os hospitais universitários federais vão começar o ano com dinheiro em caixa para realizar investimentos e planejar este início de 2018. Na última sexta-feira (5), o Comitê Gestor do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) aprovou a liberação de R$ 31 milhões para 48 unidades federais.

* O programa é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e o montante liberado faz parte da verba do Ministério da Educação (MEC). O Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) irá receber R$ 1.265.939,37.

* Desde a virada do ano, o HUSM também vem recebendo mais de 200 itens em equipamentos e mobiliário, que somam o total de R$ 4,5 milhões. As aquisições ocorreram com recursos federais por meio da Ebserh, de multas trabalhistas do Ministério Público do Trabalho (MPT) e de redistribuição de outros hospitais da Rede Ebserh.

* A Frente Brasil Popular realiza reunião nesta quarta-feira (10), às 19h, no Sindicato da Alimentação.

* O objetivo do encontro é organizar o Ato pela Democracia que será realizado sábado (13), na Praça Saldanha Marinho.

* Após recesso de final de ano, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit/RS), por meio da Unidade Local de Santa Maria, retomou na segunda-feira (8) as obras de duplicação da BR-158/287-RS (Travessia Urbana).

* As equipes reiniciaram serviço de instalação de drenagem na BR-287, entre o trevo da Avenida Walter Jobim e a Rua Luís Môro, no bairro Juscelino Kubitschek. Existe tráfego de entrada e saída de caminhões e máquinas na pista.

* O trecho está sinalizado e equipes de “bandeirinhas” auxiliam na orientação do fluxo. Além da frente na BR-287, foram retomados os trabalhos nos viadutos da Tancredo Neves, Walter Jobim, Duque de Caxias e Rodoviária. Equipes também fazem a manutenção de canteiros e passeios públicos.

* O prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) solicitou à Procuradoria Geral do Município (PGM) um estudo sobre a possibilidade de alterar o Decreto Executivo 16/2014, que estabelece trajes adequados para os condutores de táxi em Santa Maria.

* A análise da PGM deve definir alteração na matéria do documento, que passará a considerar a bombacha uma vestimenta adequada para uso durante o exercício da profissão.

* Os serviços de inteligência das Secretarias de Segurança Pública do Rio Grande do Sul e Paraná estão monitorando mensagens e postagens em redes sociais com referências ao julgamento do ex-presidente Lula, marcado para 24 de janeiro, em Porto Alegre. O trabalho, de acordo com o site Poder 360, é realizado há pelo menos 15 dias.

* Estão sendo monitorados alguns perfis institucionais ou de integrantes ligados a movimentos que planejam protestos para a data, como Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento Brasil Livre (MBL). A intenção é detectar os riscos de atos violentos.

* O vice-prefeito Sergio Cechin (PP); o assessor especial, Paulo Airton Denardin (PP); e o chefe de gabinete, Rafael Dulor, realizaram uma reunião com o secretário estadual de agricultura, Ernani Polo, nessa terça-feira (9), em Porto Alegre, em busca de mais informações sobre as cinco máquinas que Santa Maria foi contemplada.

* O maquinário, segundo Cechin, tem como origem emendas parlamentares da bancada gaúcha, que chegam a cerca de R$ 67 milhões.

* Entre os equipamentos, estão caminhão com caçamba, três retroescavadeiras e um trator 4×4 de 100cv. Eles estão utilizados pela Secretaria de Desenvolvimento Rural para resolver os problemas pontuais dos distritos.

* O vereador Luciano Guerra (PT) anunciou que a energia elétrica foi restabelecida no Centro de Diagnóstico Nossa Senhora do Rosário, antigo Cedas, através do uso de um gerador.

* “Ainda é uma solução paliativa, por isso, estamos atentos para que a rede elétrica seja reformada em breve, afim de não interromper o tratamento dos usuários”, disse Guerra.



1 comentário

  1. Jose Silva

    Mas tchê, esse taxista não usa pilcha, ele apenas usa bombacha. Usar bombacha e alpargata não é o traje completo. Se fosse numa empresa privada o chefe não ia estar se preocupando com essas coisas bobas, em empresa privada, funcionário que não quer usar uniforme é passível de demissão. Isso mostra como ainda somos provincianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *