Santa Maria

CIDADE. Pozzobom e Cechin vistoriam serviços realizados na Vila Jardim após alagamento

Prefeito Jorge Pozzobom pediu para moradores da Vila Jardim evitarem o descarte irregular de lixo. Foto Deise Fachin

Por Ana Bittencourt / Prefeitura de Santa Maria

Após a forte chuva registrada no último sábado (21), a Prefeitura assumiu o compromisso de auxiliar as comunidades mais atingidas pelos alagamentos em Santa Maria. A Rua Lima, na Vila Jardim, em Camobi, foi o primeiro local definido pelo Núcleo de Avaliação e Prevenção de Desastres do Município (NAP-Desastres) para receber intervenção do Poder Executivo. Nesse sábado (28), o prefeito Jorge Pozzobom e o vice-prefeito, Sergio Cechin, estiveram no local para vistoriar os serviços iniciados na última quinta-feira (26).

O prefeito conversou com os moradores e reforçou estar preocupado com a comunidade da Vila Jardim. No entanto, o chefe do Executivo pediu a colaboração dos moradores para evitarem o descarte irregular de lixo. E determinou que a Defesa Civil providencie um levantamento completo sobre as perdas e problemas encontramos na Vila Jardim.

“A Prefeitura não vai se omitir, mas precisamos da ajuda de vocês para evitar que esta região passe novamente pelo que vocês passaram no último sábado. Também precisamos que vocês fiscalizem e denunciem quem vem aqui para depositar lixo. Vocês têm meu contato, nos avisem e vamos notificar essas pessoas irresponsáveis que muitas vezes vêm de outras localidades trazerem seus lixos para cá”.

A secretária de Meio Ambiente, Sandra Rebelato, também esteve no local e informou que a pasta está fazendo todo o possível para auxiliar as famílias. De acordo com Sandra, a Prefeitura já está notificando moradores que construíram muros e outras barreiras, dificultando o escoamento da água da chuva.

“Estamos trabalhando na limpeza da Rua Lima, mas precisamos que vocês nos ajudem a manter a comunidade de vocês organizada. Vamos cuidar do nosso lixo, vamos cuidar quem deposita lixo aqui, vamos nos unir para que vocês não precisem sair de casa em dias de chuva forte”, pediu Sandra.

Secretarias de Meio Ambiente e de Infraestrutura atuaram no local
Na quinta, utilizando uma retroescavadeira e uma caçamba, equipes da Secretaria de Meio Ambiente começaram a retirada de resíduos sólidos que estavam abandonados em terrenos e, principalmente, nos bueiros e tubulações. O descarte irregular destes materiais seria um dos fatores agravantes nos alagamentos, além de construções irregulares que impossibilitam a drenagem da água da chuva.

Na sexta-feira (27), a Prefeitura e a empresa Sustentare levaram seis contêineres na Rua Lima. Os recipientes foram identificados orientando qual material deve ser descartado em cada um. O pedido da Secretaria de Meio é para que os moradores depositem nos contêineres o que foi perdido com a inundação, como móveis, geladeiras, televisores e fogões, evitando colocar os materiais em lugares inapropriados novamente. Também foram colocados quatro caçambas para receber entulhos e restos da construção civil. As caçambas foram disponibilizadas pela União dos Transportadores de Resíduos da Construção Civil de Santa Maria (UTRCC-SM), sem custo para o Município.

Uma assistente social do Município integra a equipe de trabalho da Secretaria de Meio Ambiente. Segundo Laureana Silveira, a determinação é que seja feita um relatório de tudo o que foi perdido, além do acompanhamento das famílias para auxiliar na confecção de documentos, por exemplo.

A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos auxiliou com máquinas e também na destruição de um muro, construído de forma irregular.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Como é bom prefeito ter um servidor que mora região ou seja é representante da vila, o seu setor ainda é na Defesa Civil com certeza vai ser tudo resolvido para o melhor na Vila Jardim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo