PolíticaTrabalho

ADVOGADOS. Articulação monta chapa de oposição para eleição na OAB gaúcha. Candidatos já definidos

Grupo oposicionista definiu os dois candidatos à cabeça da chapa: Luciane Toss (vice) e Paulo Roberto Petri da Silva (na Presidência)

Por MARCO ANTONIO BIRNFELDT (com foto de FELIPE CARMONA), no site especializado Espaço Vital

Oposição confirmada

Um jantar marcou, na semana passada, a formação de um grupo de advogados que vão inscrever chapa às eleições (última semana de novembro, no Gigantinho) da OAB-RS. Estavam reunidos aproximadamente 150 profissionais da advocacia. A articulação oposicionista está sendo feita pelos advogados Antonio Castro, Bernadete Kurtz, Jorge Buchabqui, Lauro Magnago, Pedro Luiz Osório, Pedro Ruas e Silvia Burmeister (nomes aqui, em mera ordem alfabética).

Ontem (segunda, 30) o grupo definiu os candidatos à cabeça da chapa: serão os advogados Paulo Roberto Petri da Silva (colega de banca advocatícia do ex-governador Tarso Genro) e Luciane Toss. A primeira ofensiva oposicionista já foi anunciada: combater a “omissão da Ordem gaúcha que, para preservar interesses dos grandes escritórios, não se dispõe a discutir projeto de lei sobre o piso de contratação”.

O Espaço Vital pediu a manifestação do candidato da situação, Ricardo Breier. Ele respondeu prontamente: “Vou aguardar”.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

LEIA TAMBÉM:

Diversidade e Complexidade: um movimento de oposição para mudar a composição da OAB-RS”, das advogadas Luciane Toss e Bernadete Kurtz, no site Espaço Vital (AQUI)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Vermelhinhos querendo a OAB. Alguém vai lembrar que é ‘legítimo’. Ao que se responde: vermelhinhos numa eventual vitória não ganharão o pouco prestígio que resta a uma instituição que já viu melhores dias. Levarão a pouca credibilidade que têm para somar a que lá existe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo