EconomiaPolítica

ECONOMIA. A necessária reindustrialização, para o País retomar seu crescimento, escreve Daniel Coronel

“…O resultado de um processo de desindustrialização é a importação de produtos com alto valor agregado e as exportações de commoddities ou de produtos com baixo valor agregado, o que aumenta ainda os déficits comerciais e piora as já frágeis finanças públicas do país.

Este processo está relacionado à sobrevalorização cambial e à abertura econômica desordenada da economia brasileira. Tal situação precisa ser revertida para o país ter taxas consistentes de crescimento econômico, e, dentre as ações necessárias para isso, estão…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra de “A urgência de um projeto de reindustrialização nacional”, artigo de Daniel Arruda Coronel. Ele é Professor Adjunto da UFSM, Bolsista de Produtividade do CNPq e Membro da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL), Doutor em Economia Aplicada da UFSM e Diretor da Editora da UFSM. Também mantém o site www.danielcoronel.com.br.

OBSERVAÇÃO: a imagem que ilustra esta nota é uma reprodução de internet.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Supervalorização cambial é algo que repetem como mantra. Quando o dólar estava perto de 3 falavam que tinha que ser 3,8 (algo parecido). Só que na prática quando chega perto dos 4 todo mundo se apavora e não é só quem quer ir passear na Disney. Importações ficam mais caras, inflação sobe. Existem empresas com dívida lá fora, juros menores. Insumos do agronegócio ficam mais caros. Desvalorizar a moeda para tornar mais atrativa a produção de bens no país leva a retaliações comerciais. Ou seja, não é bem assim.
    Desindustrialização foi alvo de alerta há alguns anos, ao que o governo de plantão respondeu debochadamente que o país iria alimentar o mundo. Reverter o processo não é algo fácil, para não dizer impossível. Implantar indústrias para criar empregos de manufatura depende de janela de oportunidade ou, como dizem, o cavalo tem que passar encilhado. Guerras comerciais, cadeias globais de fornecimento, o assunto é bem complexo. Brasil já tem economia fechada, não tem poder para imitar China ou EUA.
    Dilma repetiu Geisel com os efeitos que se conhece. Tem gente querendo repetir Dilma. O que acontece depois já se sabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo