Meio AmbientePrefeitura

CIDADE. Ampliados em mais um ano contratos com empresas que coletam o lixo urbano em Santa Maria

Do portal da Rádio Medianeira, em texto de FABRÍCIO MINUSSI e foto de Reprodução

A Secretaria de Meio Ambiente renovou os contratos de coleta de lixo conteinerizada (foto ao lado) e convencional, com as empresas Consesul e Sustentare, por mais um ano. O aditivo, conforme apurou com exclusividade a reportagem da Rádio Medianeira, já foi assinado e vale até 31 de agosto de 2019. O valor do contrato com a Conesul em 2017 foi de R$ 4,5 milhões e com a Sustentare, R$ 6,3 milhões. Até a próxima segunda-feira a Prefeitura também irá renovar, por mais um ano, com a Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR), que administra o aterro sanitário, onde são depositados e tratados os resíduos sólidos domiciliares. No ano passado o valor do contrato com a CRVR foi de R$ 8,7 milhões.

Conforme a secretária Sandra Rebelato, a Prefeitura está tratando, junto às empresas que realizam a coleta dos resíduos domiciliares, a mudança nos horários de circulação dos caminhões pelo Centro de Santa Maria, tendo em vista o grande número de reclamações de motoristas, principalmente em horários de pico, como nos finais de tarde…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo