EDUCAÇÃO. Eduardo Leite confirma pagamento de reajuste do completivo de professores estaduais

EDUCAÇÃO. Eduardo Leite confirma pagamento de reajuste do completivo de professores estaduais

EDUCAÇÃO. Eduardo Leite confirma pagamento de reajuste do completivo de professores estaduais - Escola-RS

Ao todo, 76.564 matrículas serão beneficiadas pela medida, o que representa a metade da categoria. Foto Palácio Piratini / Arquivo

Por André Malinoski / Secom

Apesar de elevar em R$ 64 milhões os gastos ao longo deste ano, o governador Eduardo Leite confirmou, nessa terça-feira (15), que o Estado irá atualizar o valor da parcela completiva nos mesmos 4,17% de correção previstos para o Piso Nacional do Magistério, fixado em R$ 2.557.74 a partir deste mês, conforme previsto em acordo judicial e avalizado pelo Grupo de Assessoramento Especial (GAE).

Ao todo, 76.564 matrículas serão atingidas pela medida, o que representa a metade de uma categoria que soma 156 mil vínculos (entre professores ativos, inativos e temporários). O gasto total com o pagamento do completivo para este ano deve atingir R$ 330 milhões. No ano passado, eram 56.487 profissionais que recebiam o valor de complemento, somando no exercício cerca de R$ 266 milhões. Desde sua implantação, ainda em 2009, o Piso do Magistério soma uma correção de 169,24% até 2019. Neste mesmo período, os principais indicadores oficias da inflação, como o IPCA, acumularam em média 76,2%.

Impacto de R$ 6 bilhões
Caso o novo valor fosse adotado para todos os professores com base no atual Plano de Carreira do Magistério Estadual, o impacto anual seria de R$ 5,98 bilhões em 2019. Em vigor desde abril de 2012, esse completivo foi implementado por meio de acordo judicial e vem sendo utilizado para complementar a renumeração dos professores que não recebem o mínimo fixado pelo Ministério da Educação. Até o mês passado, o valor do Piso era R$ 2.455,35.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *