POLÍTICA. Empossado, o deputado santa-mariense Valdeci Oliveira deve presidir a Assembleia em 2022

POLÍTICA. Empossado, o deputado santa-mariense Valdeci Oliveira deve presidir a Assembleia em 2022

POLÍTICA. Empossado, o deputado santa-mariense Valdeci Oliveira deve presidir a Assembleia em 2022 - valdeci-2

O deputado petista Valdeci Oliveira (o outro santa-mariense na Assembleia é Giuseppe Riesgo, do Novo) foi empossado hoje à tarde

Por TIAGO MACHADO (com foto de Vanessa Vargas/Divulgação), da Assessoria do Parlamentar

A cerimônia de posse na 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa, realizada nessa quinta (31), em Porto Alegre, foi ainda mais simbólica para o deputado estadual Valdeci Oliveira: em 2022, ele terá o desafio de ser o presidente do Parlamento do Rio Grande do Sul.

Pela construção feita entre as maiores bancadas da Assembleia, dentro da ideia de gestão compartilhada, o deputado Luiz Augusto Lara (PTB) presidirá a Assembleia em 2019, o deputado Ernani Polo (PP), em 2020; o deputado Gabriel Souza (PMDB), em 2021; e Valdeci (PT), em 2022.

“Será o maior desafio da minha militância e da minha trajetória na política. Já tive a felicidade e a honra de exercer mandatos de prefeito de Santa Maria, de vereador, de deputado federal e de deputado estadual. Mas presidir a Assembleia estabelece um compromisso e uma responsabilidade com os gaúchos e gaúchos de todo o Rio Grande do Sul. Isso é muito desafiador, mas me considero preparado, a partir da experiência acumulada, para realizar um trabalho coletivo, plural e democrático que venha a fortalecer o papel do Parlamento, estimular os grandes debates e contribuir com o desenvolvimento do nosso Estado, sempre com diálogo e simplicidade”, destacou Valdeci.

TRABALHO – Antes mesmo de tomar posse, Valdeci já definiu a série de ações que irá realizar nas primeiras semanas do novo mandato de deputado. Entre as atividades previstas, estão a mobilização para criar a Frente Parlamentar de Defesa da Duplicação da RSC-287, a realização de reuniões com secretários de Estado, principalmente das pastas da Saúde e Transportes, e audiências com diversas lideranças do Estado, como prefeitos, dirigentes de instituições de educação, de sindicatos e de entidades empresariais e populares.

“Nesse mês de fevereiro, pretendo ouvir muitos as lideranças de diversas regiões do Estado para colocar o nosso mandato à disposição das comunidades regionais e receber ideias e sugestões de ações. Por mais que terei muitos compromissos em Porto Alegre e no Parlamento, não abrirei mão de trabalhar muito próximo às comunidades regionais do interior do Estado, para ouvir reivindicações, críticas e para colaborar com a resolução dos principais problemas que afligem a nossa sociedade, especialmente nas áreas mais essenciais, como saúde, segurança, infraestrutura e segurança”, salientou.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *