CulturaSanta Maria

FEIRA. Livro cujas vendas reverterão para a AVTSM terá sessão de autógrafos nesta sexta-feira, na Praça

Por LUIZ ROESE (com imagem de Reprodução), Especial para o Site

Hylario João Agostini irá autografar ‘Charlas do Tio Lalo’ na Feira do Livro

Um livro que já pode ser encontrado na Feira do Livro de Santa Maria terá suas vendas revertidas para a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). A decisão foi do autor, Hylario João Agostini, que é natural de Santa Maria e morou na cidade a vida inteira.

O livro ‘Charlas do Tio Lalo’ tem crônicas publicadas no extinto jornal A Razão. Convencido por amigos, o autor decidiu disponibilizá-las na publicação.

O autor é viúvo desde 2016 de Lenir Cassel Agostini, professora e historiadora, que era solidária com as famílias atingidas na tragédia da Boate Kiss, assim como é Hylario João Agostini, um dos sócios fundadores da Associação Tradicionalista Estância do Minuano (ATEM).

Na Feira do Livro de Santa Maria, o livro pode ser encontrado na bancas da Casa do Poeta de Santa Maria (CAPOSM), da CESMA (Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria) e da Athena Livraria.

A sessão de autógrafos na Feira está marcada para esta sexta-feira (10 de maio), às 17h.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo