ENTREVISTA. Bolsonaro fala na China: “existe uma psicose ambientalista com o Brasil”. Mas houve mais!

ENTREVISTA. Bolsonaro fala na China: “existe uma psicose ambientalista com o Brasil”. Mas houve mais!

ENTREVISTA. Bolsonaro fala na China: “existe uma psicose ambientalista com o Brasil”. Mas houve mais! - poder360-bolsonaro-1

Além do forrobodó com a líder alemã, Bolsonaro também falou do militar da coca (pena que não foi na Indonésia), da Venezuela (sanções)…

Do portal especializado PODER360, com foto da ALAN SANTOS (Presidência da República/Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro comentou com líderes europeus que existe uma “psicose ambientalista” com o Brasil. A declaração foi feita em entrevista (foto acima) a jornalistas na manhã deste sábado (29.jun.2019) em Osaka (Japão), onde participa da cúpula do G20.

Durante reunião na 6ª feira (28.jun), Bolsonaro discutiu política ambiental com a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, Emmanuel Macron. Antes do início do G20, os líderes europeus criticaram o posicionamento do presidente brasileiro em relação ao meio ambiente.

“Tivemos, pela mídia, uma posição da senhora Angela Merkel, que ela iria me procurar para tirar satisfações nas questões climáticas no Brasil. Tomei conhecimento, dei uma resposta nas nossas mídias sociais e houve um encontro nosso aqui em Osaka. Conversei com ela, foi uma conversa tranquila. Em alguns momentos, ela arregalava os olhos. De maneira bastante cordial, mostramos que o Brasil mudou o governo e é um país que vai ser respeitado. Falei pra ela também da questão da psicose ambientalista que existe para conosco”, disse Bolsonaro, ressaltando que teve conversa semelhante com Macron.

PENA QUE NÃO FOI NA INDONÉSIA

Questionado sobre o CASO do militar preso com 39 kg de cocaína, o presidente lamentou que o sargento Manoel Silva Rodrigues tenha sido preso na Espanha, e não na Indonésia.

“Aquele elemento ali traiu a confiança dos demais. Traiu a confiança, sim. Olha, pena que não foi na Indonésia. Eu queria que tivesse sido na Indonésia, tá ok? Ele ia ter o destino que o Archer teve no passado”, disse.

Em 2015, 2 brasileiros foram executados na Indonésia por terem sido condenados por tráfico.

No Brasil, de acordo com a Constituição, a pena de morte não é permitida, “salvo em caso de guerra declarada”.

O ministro da Defesa DISSE na última 5ª feira (27.jun) que o sargento da FAB será julgado “sem condescendência”.

SANÇÕES A ALIADOS VENEZUELANOS

Ainda durante a entrevista, Bolsonaro foi questionado se é favorável à imposição de sanções a países aliados à Venezuela – como Cuba.

“Eu seria favorável a isso, mas a maioria é que decide uma medida nesse sentido. Eu, particularmente, concordo com medidas dessa natureza, de embargos, contra países que estão alinhados com a Venezuela e que não têm qualquer compromisso com a liberdade”, afirmou.

“Eu não vejo chineses dentro da Venezuela. Eu não vejo russos, a não ser alguns punhados de militares lá dentro, e nós sabemos que esses 60 mil cubanos estão lá de maneira parecida como estavam os 10 mil ditos médicos cubanos no Brasil. É coisa bastante semelhante”, acrescentou, comentando especificamente sobre China e Rússia -países próximos ao regime de Nicolás Maduro.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *