ESPORTE. Valdeci quer debater na Assembleia a situação do futebol feminino no Rio Grande do Sul

ESPORTE. Valdeci quer debater na Assembleia a situação do futebol feminino no Rio Grande do Sul

ESPORTE. Valdeci quer debater na Assembleia a situação do futebol feminino no Rio Grande do Sul - valdeci-fut-femininoPor TIAGO MACHADO (com imagem de Reprodução), da Assessoria de Imprensa do Parlamentar

O deputado estadual Valdeci Oliveira protocolou, nesta terça-feira (25), na Assembleia Legislativa, um requerimento para discutir a situação, a estrutura e os desafios do futebol feminino no Rio Grande do Sul. O requerimento foi apresentado junto à Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Parlamento gaúcho e deverá ser apreciado pelos 12 deputados e deputadas que integram o colegiado na próxima terça (2).

No requerimento de audiência pública, Valdeci listou como convidados para a audiência – os quais podem ser ampliados durante a apreciação do documento – representantes da Federação Gaúcha de Futebol, do Sindicato de Atletas Profissionais do Estado, da Associação de Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG), da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (AGERT), do governo do Estado e dos clubes que disputam o Campeonato Estadual Feminino de Futebol – como o Grêmio e o Internacional. Entre os convidados, também foram incluídos representantes de diversas faculdades de educação física do Estado.

“Chegou a hora de ser feito um debate sério e aprofundado sobre o tema do futebol feminino. Em geral, há um clamor logo após a realização de competições e, logo em seguida, essa mobilização se esvai. Está bastante nítido que o país possui um potencial imenso nessa modalidade, seja para aproveitamento profissional ou não de atletas, mas isso não evolui por falta de estrutura, apoio, planejamento e visibilidade. Temos que coletivamente procurar caminhos para mudar isso. O futebol feminino pode se tornar uma importante alternativa de inclusão social no nosso país. Como disse a Marta, nossa grande representante nesse esporte, ‘é preciso chorar no começo, para sorrir no fim´”, avaliou Valdeci.

Se for aprovada, a audiência pública será realizada em Porto Alegre, em data a ser definida.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A ÍNTEGRA DO REQUERIMENTO



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *