CÂMARA. Durante sessão plenária desta quinta, edil bate boca na rede social com os defensores da UFSM

CÂMARA. Durante sessão plenária desta quinta, edil bate boca na rede social com os defensores da UFSM

CÂMARA. Durante sessão plenária desta quinta, edil bate boca na rede social com os defensores da UFSM - maiquel-kaus-a

João Kaus disse no Facebook que moção de repúdio apresentada por Valdir Oliveira era politicagem barata e não servia para nada

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagens de Reprodução), da Equipe do Site

A sessão plenária dessa quinta-feira (22), no Legislativo de Santa Maria, durou cerca de três horas e transcorreu com tranquilidade, sem pautas polêmicas em discussão. Porém, em meio ao expediente no Plenário, o vereador João Kaus (MDB) não largou de mão seu smartphone para participar de um acirrado debate no Facebook.

Minutos antes de começar a sessão, por volta das 15h, ainda em seu gabinete, Kaus fez a primeira postagem no perfil do estudante Luciano Becher. O jovem havia feito uma publicação criticando os vereadores que votaram contra a moção de repúdio ao programa Future-se, defendida terça (20) por Valdir Oliveira (PT) e aprovada por 10 votos a 9 (AQUI).

Na postagem, Becher aponta que os parlamentares eram inimigos da educação por terem votado contra a UFSM. Porém, Kaus explicou que o voto não era contrário à instituição, mas sim à moção que, segundo ele, “serve para nada, a não ser fazer politicagem barata, que é o que este pessoal ‘esquerdopata’ faz”.

A manifestação do vereador incendiou o debate. Até o final da sessão, por volta das 18h15min, havia mais de 80 comentários na postagem, com Kaus debatendo ativamente contra pessoas que defendiam a UFSM.

Em determinado momento, algumas pessoas que participavam da discussão chamaram atenção para alguns erros gramaticais redigidos pelo edil. Como resposta, o emedebista utilizou-se de um termo pejorativo (veja na imagem abaixo):

CÂMARA. Durante sessão plenária desta quinta, edil bate boca na rede social com os defensores da UFSM - maiquel-kaus-b-e-c

Vereador emedebista João Kaus provoca defensores da Universidade no Facebook durante a sessão plenária desta quinta-feira. Em certo momento, escreveu: – “Parece um bando de piranha”, sobre as usuárias do Facebook que chamaram atenção para seus erros de gramática

Na terça, Kaus já havia provocado polêmica ao questionar o orçamento da UFSM: “Em 2008, a UFSM ganhava aproximadamente R$ 500 milhões. E, em 2019, está ganhando R$ 1,4 bilhão. Ou seja, R$ 1 bilhão a mais aumentou no período do governo da esquerda. Por que isso? É aparelhamento. Por que tanto assim?”.

Abaixo, confira a publicação no Facebook:



0 comentários

  1. NARENDRANATH MARTINS COSTA

    O despreparo de certos vereadores em Santa Maria chega a ser uma vergonha. Discutir como com um analfabeto funcional como este vereador chamado João Kaus. Leiam as postagens dele que aqui estão expostas. Estou exagerando? Para as senhoras ultrajadas por este machista sem escrúpulos, sugiro que o convidem para um duelo e na hora de escolher as armas , escolham a gramática.

    Universidade esquerdista? Aonde cara pálida? O anti-intelectualismo é uma epidemia? Antes fosse de esquerda e não uma instituição de reprodução do capital. Parece até seguidor do Olavo de Carvalho que é um frustrado e ressentido com a academia e passa destilando ódio contra acadêmicos e contra a academia, na sua luta quixotesca contra os comunistas que ele enxerga em todo o lugar. Será que este vereador é Olavete?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *