CIDADANIA. Feira da Primavera (que irá até o fim da tarde) é oficialmente do calendário oficial da cidade

CIDADANIA. Feira da Primavera (que irá até o fim da tarde) é oficialmente do calendário oficial da cidade

CIDADANIA. Feira da Primavera (que irá até o fim da tarde) é oficialmente do calendário oficial da cidade - prefeitura-primaveraDa Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal (texto e foto)

Sendo realizada há 44 anos em Santa Maria, foi só em 2019 que a Feira da Primavera passou a fazer parte do Calendário Oficial do Município. O ato que formalizou a inclusão ocorreu na manhã deste sábado (14), no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter (Rua Heitor Campos, no Bairro Medianeira), durante a abertura da 44ª edição. O prefeito Jorge Pozzobom fez a assinatura do documento junto da irmã Lourdes Dill, coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança e vice-presidente da Cáritas Brasileira, e do vereador Daniel Diniz, que propôs a lei.

A abertura foi celebrada pelo arcebispo da Arquidiocese de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert, que abençoou o evento que segue até as 18h.

A irmã Lourdes relembrou a criação da feira, idealizada por Dom Ivo Lorscheiter em 1975.

“A primeira edição, há 44 anos, teve a participação de onze paróquias de Santa Maria. O evento durou três dias e ocorreu no Altar Monumento do Parque da Medianeira. Cada barraca tinha uma flor, motivando a estação do ano. Eu só tenho a agradecer por esse reconhecimento do Município. Continuaremos trabalhando para tornar a Feira da Primavera ainda mais forte”, afirmou a irmã Lourdes.

Na edição de 1976, a feira deixou o Altar Monumento e passou a ser realizada na parte mais alta do Parque da Medianeira. A partir do ano 2000, o evento passou a ocorrer em dois dias. O ano de 2008 marcou a última grande mudança, quando a Feira da Primavera mudou novamente de endereço, instalando-se no Centro de Referência de Economia Solidária, onde permanece até hoje.

O vereador Daniel Diniz falou que era uma alegria ter o privilégio de fazer parte dessa história, ajudando a colocar o evento no Calendário Oficial do Município.

Já o prefeito Jorge Pozzobom disse que só lamentava que a lei não passasse a vigorar imediatamente.

“Mas segunda-feira, às 7h30min, a lei já estará em vigor. E podem ter certeza que, às 7h31min, a irmã Lourdes estará nos ligando para pedir ajuda com mais um evento. E nós vamos ajudar. Essa mulher tem um papel fundamental em Santa Maria, e nós estamos vendo, aqui, mais um dos resultados de todo o esforço e dedicação dela”, disse.

Neste sábado, os visitantes encontrarão produtos dos empreendimentos de Economia Solidária, como alimentos coloniais, caseiros, hortifrutigranjeiros e artesanais, plantas ornamentais, lanches e bazar solidário.

O evento é promovido pelo Banco da Esperança e Projeto Esperança/Cooesperança, da Arquidiocese de Santa Maria, e entidades parceiras.

A feira ainda tem a participação de paróquias, municípios e comunidades da Arquidiocese de Santa Maria, grupos do Projeto Esperança/Cooesperança, da Economia Solidária e Agricultura Familiar, do Brique da Vila Belga, Brique de Itaara e consumidores.

Estiveram presentes na cerimônia de abetura, também, o vice-prefeito, Sergio Cechin, e a vereadora Luci Duartes.

Prefeito relembra trajetória de jornalista

O chefe do Executivo, durante a cerimônia de abertura, lamentou a MORTE do jornalista Luiz Roese, que ocorreu neste sábado, aos 45 anos.

“Lembro da sua trajetória com alegria. Um grande jornalista, um grande homem. Peço uma salva de palmas para ele”, disse o prefeito.

Jornalista renomado, se formou na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), tendo trabalhado nos jornais Zero Hora, Diário de Santa Maria, A Razão e, também, no portal de notícias Terra, no site do jornalista Claudemir Pereira, além de ter colaborado como voluntário na assessoria de comunicação da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

Ele foi diagnosticado com esclerose múltipla em 2016 e faleceu em decorrência de uma parada cardiorrespiratória…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. Rose

    Demorou para fazer parte do calendario oficial , entretanto fazer parte do calendario ” oficial ” não vai fazer diferença nenhuma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *