EDUCAÇÃO. Relatório mostra a UFSM entre as 15 universidades públicas que mais faz ciência no Brasil

EDUCAÇÃO. Relatório mostra a UFSM entre as 15 universidades públicas que mais faz ciência no Brasil

Por LAURA COELHO DE ALMEIDA, da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor

A Universidade Federal de Santa Maria está entre as 15 universidades públicas que produzem 60% da ciência brasileira, de acordo com o RELATÓRIO divulgado nesta semana pela empresa Clarivate Analytics. Os dados foram obtidos a pedido da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação e levam em conta as publicações científicas realizadas pelas instituições.

O relatório mostra que o Brasil se encontra na décima terceira posição entre os 21 países que mais produzem ciência. Com um número de publicações de 280.912. Ele destaca que a produção científica do Brasil cresceu 30% entre os anos de 2013 e 2018. Ainda aponta a relação das pesquisas universitárias feitas juntamente com empresas, sendo a Petrobras a com maior colaboração, o que mostra que a produção de trabalhos acadêmicos em colaboração com a indústria vem crescendo de forma exponencial no País.

A UFSM se destaca principalmente nas pesquisas feitas na área das Ciências Agrícolas, como mostram os dados abaixo.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM)

Ciências da Saúde – 1.247 pesquisas

Ciências Biológicas – 1.809 pesquisas

Ciências Exatas e da Natureza – 1.425 pesquisas

Ciências Agrícolas – 2.522 pesquisas

Engenharia – 782 pesquisas

Total de pesquisas – 6.670

Confira a lista completa das 15 Universidades abaixo.

EDUCAÇÃO. Relatório mostra a UFSM entre as 15 universidades públicas que mais faz ciência no Brasil - ufsm-ciênciaPARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. O Brando

    Tipo do relatório ‘o paciente está infartando, mas medimos a temperatura e ele não está com febre, logo está bem’. Comparando com a UFRGS que é do mesmo sistema já é possível ver que os números gritam. Perto da metade, quando não é um terço, caso das engenharias.
    Se for observada a produção por países é possível ver que o Brasil produz mais do que a Rússia. Obviamente em certos setores da tecnologia estão muito a frente dos tupiniquins.
    Parte do impacto e das citações é bom nem mencionar, existem dados duvidosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *