CÂMARA. Vereadores analisam nova convocação de Superintendente do Interior para esclarecer polêmica

CÂMARA. Vereadores analisam nova convocação de Superintendente do Interior para esclarecer polêmica

CÂMARA. Vereadores analisam nova convocação de Superintendente do Interior para esclarecer polêmica - maiquel

Superintendente do Interior, Paulo Schuster (à direita), deverá ser novamente convocado para dar esclarecimentos na Câmara

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto/arquivo), da Equipe do Site

O superintendente do Interior, Paulo Schuster, está novamente na mira dos vereadores de Santa Maria. A Comissão de Políticas Públicas e Assuntos Regionais e Distritais recebeu uma denúncia frente a declarações que ele teria proferido contra os parlamentares. Por consequência, foi protocolada a convocação de Schuster para esclarecer os fatos e também e a de seus chefes imediatos, o secretário de Desenvolvimento Rural, Rodrigo Menna Barreto, e o chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez.

O site apurou que um morador do Distrito de São Valentim, na terça-feira (22), denunciou na comissão a precariedade da estrada Corredor dos Pivetas, relatando que havia feito contato com Schuster para que fossem tomadas providências. O cidadão disse que recebeu, por telefone, uma resposta inesperada com termos ofensivos contra os vereadores.

Orientados pela Procuradoria Jurídica da Casa, os parlamentares decidiram protocolar a convocação de Schuster e seus chefes para que sejam dadas explicações.

De acordo com o presidente comissão, Admar Pozzobom (PSDB), Schuster teria dito palavras que denigrem a imagem dos parlamentares.

“Mas antes de qualquer coisa, como presidente da Comissão de Políticas Públicas, preciso ouvi-lo e não fazer nem um julgamento prévio”, explicou Admar.

Caso o Parlamento aprove a convocação (o tema será votado na sessão desta quinta, 24), Schuster, Menna Barreto e Cortez terão que comparecer ao próximo encontro da comissão, na terça (29), às 11h.

Polêmico

Em dezembro de 2017, Schuster foi convocado ao Legislativo para esclarecer declarações proferidas em reunião no interior. Na ocasião, ele teria dito, entre outras coisas, que os vereadores têm sua parcela de culpa pela péssima situação das estradas.

Durante a oitiva, Schuster negou as acusações e foi muito criticado pelos vereadores, que o chamaram de “artista e debochado” (AQUI).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *