COMPORTAMENTO. Fitdance, requebrado que ajuda manter o corpo (e saúde), a nova onda do momento

COMPORTAMENTO. Fitdance, requebrado que ajuda manter o corpo (e saúde), a nova onda do momento

COMPORTAMENTO. Fitdance, requebrado que ajuda manter o corpo (e saúde), a nova onda do momento - luciano-pauta-4.-pablo-fitdance

Diversão e alegria não faltam nas aulas de Pablo Denilson Carvalho, professor de Fitdance, no ritmo com as músicas do momento

Por LEONARDO MACHADO MARTINS (com foto de Arquivo Pessoal) Especial para o Site (*)

O fitdance vem ganhando uma enorme popularidade nos últimos anos. A pratica da modalidade de dança está fazendo sucesso, principalmente para quem deseja perder aqueles quilinhos na balança.

A modalidade é uma aula interativa, que mistura vários ritmos musicais, tanto nacionais quanto internacionais. Geralmente são usadas músicas da atualidade, aquelas que tocam no dia a dia das rádios. Os estilos são diversos, vão do axé ao sertanejo, do pop ao brega funk, e essa variedade é o que torna as aulas desafiadoras e por isso acabam chamando a atenção do público.

Segundo o professor de fitdance Pablo Denílson Carvalho, “hoje todos buscam pelo bem estar e qualidade de vida, e a dança sempre colaborou para que isso fosse possível; então, os praticantes dessa modalidade sempre têm uma ótima saúde, tanto física como mental”.

O principal benefício que a aula traz para o corpo é estético, as perdas calóricas são o principal reflexo da dança, pois é uma aula aeróbica, que envolve movimentos físicos. Além disso, tem a parte da mente, onde acaba aliviando o estresse, fazendo com que o praticante fique imerso durante as aulas. Uma aula tem duração de 45 minutos a 1 hora, dependendo da intensidade.

O aluno Enzo Amiel relatou um pouco da sua experiência: “o fitdance é uma modalidade incrível, quando comecei sentia um pouco de vergonha, mas com o tempo fui me soltando, aprendendo e interagindo mais”.

As aulas tem exatamente esse intuito, levar o bem estar de uma maneira totalmente descontraída, com interações e convívio por meio da dança, onde homens e mulheres entram na mesma sintonia.

(*) Leonardo Machado Martins é acadêmico de Jornalismo da Universidade Franciscana e faz seu “estágio supervisionado” no site



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *