CONGRESSO. CPI das ‘Fake News’ já tem primeiro depoente certo: o neo-oposicionista Alexandre Frota

CONGRESSO. CPI das ‘Fake News’ já tem primeiro depoente certo: o neo-oposicionista Alexandre Frota

CONGRESSO. CPI das ‘Fake News’ já tem primeiro depoente certo: o neo-oposicionista Alexandre Frota - congresso-em-foco-frota-e-bolsonaro

Alexandre Frota rompeu com Jair Bolsonaro e diz que trabalha para tirar o presidente do cargo. Será o primeiro a contar o que sabe

Do portal Congresso em Foco, com texto de EDSON SARDINHA e foto da Agência Câmara de Notícias

Ex-aliado e adversário declarado do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) será o primeiro político a depor na CPI mista das Fake News. O depoimento dele foi confirmado nesta sexta pelo presidente da comissão, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), para as 13h da próxima quarta-feira (30). Frota foi expulso do PSL após fazer duras críticas ao governo e a Bolsonaro. Até agora apenas técnicos e especialistas foram ouvidos pelo colegiado.

Frota puxa a lista de ex-aliados do presidente que devem falar à CPI. A ex-líder do governo no Congresso Joice Hasselmann (PSL-SP) e o ex-líder do PSL na Câmara Delegado Waldir (GO), além do ex-ministro da Secretaria de Governo General Santos Cruz, também foram convidados a depor. A CPI investiga, entre outras coisas, o uso de notícias falsas e campanhas difamatórias nas redes sociais nas eleições de 2018. Também vai apurar a atuação de milícias digitais.

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, Alexandre Frota disse que, na condição de aliado, tomou conhecimento de irregularidades na campanha presidencial de Bolsonaro praticadas nas redes sociais. “Sabia que era um jogo de campanha. (…) Faz parte do jogo. É um jogo sujo”, declarou. Frota ocupará uma das vagas do PSDB e passará a integrar a CPI.

O convite ao tucano partiu da deputada Luizianne Lins (PT-CE). Em seu requerimento, Luizianne lembra da militância do colega nas redes. “O deputado federal Alexandre Frota obteve destaque no ativismo digital político em nosso país nos últimos anos. Polêmico, passou a debater inclusive sobre as condutas dos atores políticos nacionais nas redes sociais. O parlamentar demonstra-se conhecedor dos bastidores da produção de informações políticas para a internet, inclusive daquelas que poderiam ajudar nos trabalhos desta CPMI, de forma que entendemos ser importante a sua vinda para colaborar com o processo investigativo”, defendeu a deputada.

Desde que foi expulso do PSL, Frota tem feito ameaças a Bolsonaro e diz que pode derrubá-lo.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *