Destaque

MEMÓRIA. Morre Maria Zulmira Mariano da Rocha. Viúva do reitor fundador da UFSM, ela tinha 101 anos

Maria Zulmira Dias Mariano da Rocha e o marido, José Mariano da Rocha Filho, em foto de Reprodução. Ela morreu nesta tarde, às 2 e 50

Agora há pouco, faltando 10 minutos para as 3 da tarde, morreu no Hospital de Caridade Dr Astrogildo de Azevedo, onde estava internada desde 12 de agosto, a senhora Maria Zulmira Dias Mariano da Rocha. Ela completou 101 anos em 24 de setembro e era viúva do reitor-fundador da Universidade Federal de Santa Maria, José Mariano da Rocha Filho, morto aos 83 anos em 14 de fevereiro de 1998.

Maria Zulmira Mariano da Rocha nasceu em Caçapava do Sul em 1918e chegou em Santa Maria em 1938, quando conheceu e se casou com  e se mudou para Santa Maria em 1938, quando casou-se com o médico e futuro reitor da UFSM José Mariano da Rocha Filho. Dona Maria Zulmira também atuou na instituição, na qual foi professora do Departamento de Geociências e lecionou as disciplinas de Biogeografia e Geografia do Brasil.

Como relata material produzido e publicado na versão online do Diário de Santa Maria (AQUI), Maria Zulmira Mariano da Rocha e José Mariano tiveram 12 filhos: Maria de Lujan, Mariana Giselda, José Mariano da Rocha Neto, Raquel Francelina, Júlio Rafael, Patrício Augusto, Maria Izabel, Zulmira, Ricardo Henrique, Eugenia Maria, Francisco José e Antônio Manuel.

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

PARA SABER MAIS E VER OUTRAS FOTOS, LEIA O PERFIL DA PROFESSORA NO FACEBOOK (AQUI)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo