FITNESS. E tem também “dieta flexível”. Saiba mais!

FITNESS. E tem também “dieta flexível”. Saiba mais!

FITNESS. E tem também “dieta flexível”. Saiba mais! - foto-leonardo-dieta-flexível

Dieta flexível é, há quem pense assim, grande aliada da nova geração, inclusive por que a vida “fitness” se tornaria mais prazerosa

Por LEONARDO MACHADO MARTINS (com foto Freepik) Especial para o Site (*)

Muitas pessoas buscam o corpo perfeito, para melhorar a saúde ou até mesmo para fins estéticos. A procura pelo corpo magro ou musculoso é algo comum, principalmente na chegada do verão, época de sol, calor e praia.

Fazer uma dieta extremamente regrada não é fácil. Comer nas horas certas não é o suficiente, pois na maioria das vezes são alimentos como ovos, frutas e verduras, com poucos carboidratos nas refeições, o que torna a dieta ainda mais complicada de ser executada.

Na verdade, é muito simples calcular o que precisa ser consumido para alcançar o objetivo desejado. Se você pretende emagrecer, coma menos do que gasta de calorias por dia. Se o seu objetivo é ganhar massa muscular, basta ingerir um nível maior de calorias que você acaba gastando no dia-a-dia. Claro, vale lembrar que a sua dieta deve ser feita juntamente com um profissional da área.

Existe um método que pode salvar a sua vida fitness, e se chama “dieta flexível”, criada e aprovada pelo fisiculturista brasileiro Caio Bottura – que relata isso num VÍDEO no YouTube. Durante a sua carreira como fisiculturista, Caio sempre foi adepto de uma dieta mais livre, podendo comer coisas que as outras pessoas do mundo do fisiculturismo rotulavam como “comer errado”.

A dieta flexível consiste em comer o suficiente para bater seus macros e proteínas no final do dia. A dieta flexível não é bem uma dieta, é mais um conceito de alimentação, tornando a sua alimentação regrada muito mais consistente e não se restringir à horários para comer ou quantidades, sem se apegar a uma dieta restritiva, pois na dieta flexível é possível encaixar uma fatia de pizza ou uma barra de chocolate durante a dieta.

Segundo Caio Bottura, “a filosofia da dieta flexível se baseia em contar macro nutrientes, que basicamente são nutrientes que geram calorias quando são ingeridos, que seriam a proteína, carboidrato e a gordura, e é claro, ter boas quantidades de fibras”.

Bottura afirma que comer a cada três horas não é uma regra, pois o corpo humano não é obrigado a comer neste período de tempo, já que o nosso gasto ou ganho calórico no final o dia pode ser o mesmo, basta fazer a alimentação com os nutrientes certos para o seu objetivo.

O estudante Matheus Souza, de 21 anos, relata que passou a ter os mesmos ganhos e comer melhor após adotar o método da dieta flexível. “Me ajudou bastante para conseguir ter os meus ganhos dentro da academia, pois passei a conseguir comer melhor e ter prazer na dieta”.

A nutricionista Renise Haesbaert pondera que o ideal é buscar um profissional que se adapte à sua rotina. “A mudança de hábitos é gradativa e deve se tornar rotina, pois na nutrição não existe terrorismo. Ao conhecermos a rotina do paciente e suas preferências, o tratamento se torna flexível e fácil de seguir”.

Ter uma dieta regrada é algo desafiador, principalmente para quem decide mudar seus hábitos de última hora, pois mexe com as nossas preferencias e costumes alimentares.  Mas é possível executá-la sem grandes sacrifícios, adotando o método da dieta flexível, que ajuda na hora de fazer aquela refeição fora do horário.

(*) Leonardo Machado é acadêmico de Jornalismo da Universidade Franciscana e faz seu “estágio supervisionado” no site



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *